target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

“LUA DAS FADAS” (Eddie Van Feu)

“Há um momento, um momento fugidio e eterno, que dura um segundo e uma vida inteira, em que você finalmente vê a verdade. Nesse momento, você percebe que não há mais nada que possa fazer para mudar o rumo das coisas. O que está feito, está feito e “passo dado não se volta atrás”. Não se pode voltar para porta anterior, não se pode desfazer, não se pode desdizer, não se pode desaprender, não se pode des-saber … Não se pode …não se pode fazer nada. Algumas pessoas lutam contra esse momento e acabam perdendo a chance de dizer adeus.”
Pág. 219
~~~*~~~
Bianca é uma garota que ama os livros e adora viajar através das histórias contidas em suas páginas. Mas viver as aventuras apenas na sua mente já não era mais tão divertido. Ela queria mais.
O anseio de experimentar novas emoções, levou Bianca a procurar algo totalmente diferente. Agora, lia um livro que todos diziam ser perigoso; um livro que poderia revelar segredos… se ela tivesse coragem de perguntar. Bianca estava se aventurando com o mal falado tabuleiro de oui-ja.
Mas ela não ousaria descobrir os mistérios do tabuleiro sozinha. Analice, sua melhor e única amiga, estaria com ela.

As duas iriam tentar fazer uma experiência macabra. Queriam falar com os mortos. Mas nem Bianca e nem Analice sabiam o que estavam fazendo…
Fecharam as cortinas, acenderam as velas e fizeram a primeira pergunta: Há alguém presente? ”SIM” foi a primeira resposta. A entidade que estava falando com elas através do tabuleiro de oui-ja tentou avisá-las do perigo. Mas era tarde demais…

Uma forte rajada de vento invadiu a sala e fez o maior estardalhaço. Quando tudo se acalmou, Bianca percebeu que estava sozinha. Onde estava Analice? Correu pela casa procurando a amiga, mas não a encontrou.

Bianca sabia que Analice havia sido levada por seres invisíveis e precisava encontrar um meio de trazê-la de volta. Mas não sabia como. Então, ela fez um pedido especial. Rogou aos anjos que a ajudassem a encontrar sua melhor amiga, que mandassem pistas, qualquer coisa!
Seu pedido foi realizado. Bianca começou a receber pistas de que Analice poderia ter sido levada para o Mundo das Fadas. Com a ajuda de Zacariel, um anjo designado a ser seu guia, Bianca parte para o mundo dos encantados.

Em sua jornada naquele mundo cheio de magia, Bianca encontrará amizade entre fadas, sereias, ninfas e sátiros, mas também enfrentará a crueldade da corte Unselil.
Mas em meio a essa turbulenta missão, algo inesperado acontece… sentimentos afloram em Bianca, enquanto Zac é atormentado por fantasmas do passado. Será que eles conseguirão vencer tantos obstáculos num mundo onde tudo pode acontecer?
~~~*~~~
Lua das Fadas, primeiro volume da série homônima da autora carioca Eddie Van Feu, é um romance juvenil repleto de magia e encanto. O livro me ganhou logo no primeiro parágrafo. Para os amantes dos livros, é impossível não ser tocado por algo assim:  
“Era uma sala de móveis avermelhados e estantes repletas de livros de muitas histórias. Bianca já lera muitos deles e viajara em navios piratas e cavalos com asas. Não sabe dizer se o hábito de viajar nas letras veio de sua mãe ou de seu pai, já que ambos amavam livros, mas sabia que amava livros tanto quanto eles…” pág. 7
Não é inspirador?

Essa introdução, que fala das viagens da protagonista através das palavras, é apenas o primeiro passo para uma aventura de verdade. A história fala sobre reinos e seres encantados, anjos e criaturas malignas, mas não é só fantasia que o leitor encontrará nas páginas de Lua das Fadas. Aqui, também são abordados assuntos importantes, como: amizade sincera, lealdade, relacionamento familiar e amor.

A narrativa da autora é leve e despretensiosa. Eddie Van Feu escreve de forma descomplicada, porém sem ser simplista demais. Não suporto autores que escrevem como se os adolescentes fossem um bando de descerebrados. Isso não acontece em Lua das Fadas. Apesar de ter uma aura “teen”, o texto agradará também aos adultos.

Os personagens são muito cativantes. Bianca é uma figura, sempre com uma resposta na ponta da língua. Zac é um anjo fofíssimo, mas que não tem muita paciência com Bianca. Os diálogos e “troca de gentilezas” – por assim dizer – entre Bianca e Zac são muito divertidos. O toque de humor foi uma surpresa deliciosa. Dei boas risadas enquanto lia Lua das Fadas e posso afirmar que foram momentos que mudaram meu estado de espírito. Só vai entender quem leu o livro… eu adorei o slogan da “Mãe Teteia da Encruza”. rsrs

O desfecho de Lua das Fadas foi praticamente perfeito. Uma belezinha.
Porém, nem tudo são flores. A revisão da Editora Escala deixou muito a desejar. O texto possui erros grosseiros de português, repetições de frases e troca de nomes. Sem falar que meu exemplar veio com mais de 30 páginas viradas de cabeça para baixo. Tive que fazer malabarismo para poder ler o livro. É uma pena, pois a história merecia um cuidado maior.

Leitura imperdível para os fãs de histórias sobre mundos encantados e magia.

Van Feu, Eddie. Lua das Fadas. Editora Escala, 2011. 272 p. (Lua das fadas, Vol.1)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL