target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 28 de junho de 2013

[Conheça o Autor] Anne Rice... a rainha do romance gótico!



Howard Allen Frances O´Brien, ou Anne Rice, como ficou conhecida, nasceu em 1941, na cidade de Nova Orleans, nos Estados Unidos. Ainda jovem decidiu trocar seu nome para Anne.
Anne Rice desde a infância, sentia-se diferente das outras crianças, nunca se encaixando em expectativas sociais. Sua imaginação desenvolveu-se e populou um mundo de fantasias, usando vários elementos de mistério e sobrenatural. Cresceu na vizinhança de Garden District, e suas casas de época e ambientação soturna, foram grandes inspiradores para os cenários de seus futuros livros.

Muito jovem foi exposta à tragédias da vida, perdendo sua mãe Katherine, dependente alcoólica, aos 14 anos de idade. Dois anos mais tarde seu pai se casa novamente e a família se muda para a cidade de Richardson, no Texas, onde conheceria seu futuro marido, o poeta e pintor Stan Rice.

Aos 20 anos, Anne escreve suas primeiras histórias, com temas sobre sexo e erotismo, que na época a fascinavam.
Seu livro de maior sucesso é "Entrevista com o vampiro". Recusado na primeira tentativa de publicação, em 1974, acabou saindo dois anos depois, pela editora Knopf, que até hoje publica os livros da autora. Anne relata que escreveu o livro em poucas semanas, após a morte de sua filha Michele, de cinco anos de idade, vítima de leucemia. No livro, Anne retrata sua filha na personagem Claudia de 6 anos de idade, que é forçada a viver eternamente como criança, após virar vampira. Sua série de maior sucesso é a Crônicas Vampirescas, entretanto eu sou apaixonada pelas Bruxas Mayfair

Geralmente os personagens sobrenaturais que cria, procuram por sua identidade numa espécie de "subcultura vampírica" que mescla morte e sexualidade. Ela invariavelmente apresenta seus vampiros como indivíduos com suas paixões, teorias, sentimentos, defeitos e qualidades como os seres humanos, mas tendo que lutar pela sua sobrevivência através do sangue de suas vítimas e sua própria existência, que para alguns deles, é um fardo a ser carregado através dos milênios. São temas também desses romances o homossexualismo, o ateísmo, a imortalidade, a vaidade e as relações entre o bem e o mal.
Anne Rice é considerada a rainha do romance gótico erótico. Em outros gêneros, Rice usou pseudônimos como o de Anne Rampling em romances mais comerciais: Exit to Eden (1985) e Belinda (1986), e o de A.N. Roquelaure na Trilogia Erótica - Os desejos da Bela Adormecida, A punição da Bela e A libertação da Bela - na qual reconta a fábula da Bela Adormecida sob uma ótica sadomasoquista. 
Durante anos, Rice, escreveu adotando uma postura "não religiosa". Porém, após a morte de seu marido, a autora anunciou sua fé renascida em Cristo e que deixaria de escrever sobre seres sobrenaturais - vampiros, bruxas e afins - para se dedicar a outros gêneros literários.

Em Cristo Senhor: a Saída do Egito, Rice despede-se dos seus temas habituais para escrever um retrato curioso de um Jesus aos sete anos de idade, partindo do Egito com a família, para voltar para sua casa em Nazaré.

Porém, em 2010, a autora reconsiderou sua postura religiosa. Rice anunciou em sua conta do Faceboook que havia abandonado o cristianismo. Ela disse que se recusava a ser “antigay (...) e antifeminista” e ainda “anticontrole artificial de natalidade”. “Em nome de (...) Cristo, eu deixo o cristianismo e de ser cristã. Amém”, completou.

Assim, Anne Rice voltou a escrever romances sobrenaturais. Sua ultima obra - "The Wolf Gift" - fala sobre um jovem jornalista de São Francisco que é mordido e vira um lobisomem. Leia a entrevista que a Folha de São Paulo fez com a autora sobre seu novo livro, Aqui.

O leitor geralmente enfrenta uma relação de amor e ódio com a narrativa de Anne Rice. Eu faço parte dos fãs que adoram. A Aline do blog Escrevendo Loucamente, publicou um post muito interessante sobre a autora que vale a pena ser lido. Corram lá e descubram "5 motivos para ler Anne Rice".

Fonte:  Spectrum, Wickpidia, G1, Folha.

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL