target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

[Edição Portuguesa] “A FILHA DA FLORESTA” (Juliet Marillier)

Edição Portuguesa
Encontrarás o caminho, filha da floresta. Através do desgosto e da dor, através de muitas privações, através da traição e da perda, os teus pés percorrerão o caminho certo.
p. 58
~~~*~~~
Nos recônditos da floresta de Erin – num tempo em que a magia manifestava-se na natureza, que a honra eram os alicerces de um povo e o amor entre irmãos era forte o bastante para vencer qualquer obstáculo – existe um lugar remoto, calmo, estranho, bem guardado por homens silenciosos e que mantinham as armas bem afiadas. Sevenwaters possui o nome dos sete riachos que descem dos montes até o grande lago cercado de árvores, sendo a comunidade mais segura e secreta da região.

Ali vive Sorcha – a sétima filha de um sétimo filho – e seus irmãos mais velhos: Liam – futuro líder e protetor; Diarmid e Cormack – ambos corajosos guerreiros; Conor – sábio cujo destino é ser druida; Padriac – apaixonado pelos animais e aventureiro; e Fimbar – justo e possuidor do dom da visão.

O governante de Sevenwaters é Lord Colum, um homem soturno que direciona todos seus esforços nas campanhas para expulsar os Bretões das ilhas sagradas. Mesmo com a guerra ameaçando invadir os domínios do pai de Sorcha, a vida é pacata em Sevenwaters. Mas tudo muda quando Lord Colum decide casar-se novamente.

A noiva, Lady Oonagh, é uma mulher bela como dia mas com um coração corrompido e negro como a noite. Seu objetivo é destruir tudo que Sevenwaters representa. Mas para isso, ela precisa conquistar a devoção de Lord Colum e destruir qualquer influência que seus filhos possam ter sobre ele. Assim, Lady Oonagh enfeitiça seu marido e aprisiona os seis filhos homens em uma maldição. Sorcha foge, mas as criaturas encantadas da floresta possuem planos para ela…
Sorcha possui o poder para liberta-los da maldição, mas para isso ela terá que cumprir uma longa de dolorosa tarefa. Se falhar, seus amados irmãos continuarão encantados e morrerão.
Enquanto realiza o trabalho que lhe foi imposto, Sorcha conhecerá o lado mais vil dos homens. Ela perde a visão inocente que tem da vida, percebe que nem sempre o destino segue o caminho de nossas vontades e que, no coração da floresta, muitas vezes os humanos são simples joguetes nas mãos dos deuses.

Então… ela se depara com o inimigo e é capturada. É tirada de sua terra natal e arrastada para a Bretanha, onde é hostilizada e vista como uma barbara. Mas ao longo de sua estadia algo muda em seu íntimo. Sorcha, mais uma vez, tem suas forças testadas… ela é desafiada pelo dever de libertar seus irmãos e os sentimentos proibidos que floresceram pelo bretão que a capturou.
~~~*~~~
A Filha da Floresta é o primeiro volume da série Sevenwaters escrita pela autora Juliet Marillier. Um livro que nos leva aos primórdios da mitologia celta. O poder intrínseco da natureza, a crença em criaturas encantadas e a ligação de algumas pessoas com essas forças – como druidas e feiticeiras – são os elementos que transformam A Filha da Floresta num livro magico. Além de todo misticismo em torno das lendas celtas, Marillier nos presenteia com um romance proibido – mas que possui força para vencer qualquer obstáculo. 
Nesse primeiro volume conhecemos Sorcha – a sétima filha de um sétimo filho – cujas criaturas encantadas que habitam a floresta chamam-na de filha da floresta. Sorcha é uma garota que possui uma forte ligação com seus seis irmãos mais velhos. Sempre juntos, os sete irmãos representam um todo. A união e o amor incondicional de Sorcha pelos irmãos – a ponto de qualquer sacrifício pelo bem-estar da família - é algo inspirador e maravilhoso.

A narrativa de Marillier é encantadora, o texto é elegante e com descrições belíssimas. A construção dos personagens também me agradou bastante. Intimamente ligado ao caráter de seus personagens, está a constante batalha entre o bem o mal. A autora se preocupou em demonstrar a dualidade do ser humano – que as pessoas podem ser bondosas, mas também são capazes de praticar atos cruéis.

A trajetória da protagonista – que culmina em seu amadurecimento – é sofrida demais! Sorcha cumpre a tarefa de libertar seus irmão a duras penas, mas jamais desiste ou esmorece. Ela é uma garota forte, determinada… guerreira, e descobre que a linha entre o amor e o ódio é muito tênue. Às vezes, são nossos aliados que causam sofrimento e aqueles que chamamos de inimigos serão os que virão ao nosso encontro. A trama segue essa linha de pensamento, o que faz com que o pesar, a desconfiança e a esperança sejam sentimentos muito vivos durante a leitura.

Outro ponto que merece destaque, é o fato de Marillier colocar que sentimentos demasiados inflamados – seja ódio, fé, amor ou lealdade – podem ser a fagulha que incitará uma batalha. A autora demonstra que crenças ou opiniões arraigadas não devem ser tomadas como verdades absolutas, pois há sempre dois lados de uma mesma moeda. A tolerância seria um bom caminho a seguir.

Bem, acredito que me alonguei demais. Espero que tenha conseguido transmitir o quanto especial é A Filha da Floresta. Basta o leitor ter a sensibilidade para perceber toda magia e mensagens intrínsecas na história de Sorcha e seus irmãos. Estou ansiosa para continuar a saga da família de Sevenwaters…
A Filha da Floresta foi o título escolhido na última enquete do Escolha do Leitor. Leitura encantadora!

Curiosidade: Gostaria de esclarecer o porquê de ter optado pela edição portuguesa da série. A Filha da Floresta foi publicada no Brasil pela editora Butterfly, e fiquei muito feliz quando soube que a série Sevenwaters finalmente seria lançada por aqui. Porém, ao procurar saber mais sobre a edição nacional, descobri que a mesma estava sendo lançada como uma trilogia. Entretanto, Sevenwaters possui 6 livros. Como sou exigente em relação às séries serem publicadas na ordem e na íntegra, decidi comprar a coleção completa que já foi publicada em Portugal.

Mariller, Juliet. A Filha da Floresta. Bertrand Editora, 2009. 448 p. (Sevenwaters, Vol. 1)
 

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL