target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

"A ÚLTIMA VAMPIRA" (Whitley Strieber)


"A Última Vampira" é o segundo livro sobre a vampira Miriam Blaylock, e seu mundo foi apresentado aos leitores em "Fome De Viver", publicado na década de 80 por Whitley Strieber . O problema é que só descobri isso depois de ler metade do livro... erro imperdoável. Porém, o fato de não conhecer a história do primeiro livro, não atrapalhou em nada a minha leitura, a trama é bem escrita e amarrada, tanto que não percebi durante um bom tempo que havia um precedente.
As opiniões sobre o livro são divergentes, mas em um ponto são unanimes... "Fome de viver" consegue ser melhor,talvez por abordar o tema vampiresco com sutileza, tanto que a palavra "vampiro" nunca é mencionada no livro. Agora... vou ter que fazer o inverso, lerei o primeiro livro depois da continuação. Fazer o que?

A última vampira me surpreendeu, Whitley Strieber mostrou uma visão totalmente diferente dos vampiros, não há referência alguma àquele mito que todos conhecemos, a não ser a necessidade do sangue como forma de alimento.
Neste livro os vampiros são um espécie de alienígenas que habitam a terra há aproximadamente trinta milhões de anos, no começo achei "forçado", mas ao longo do livro mudei de opinião; o autor justifica seu argumento e menciona fatos históricos e científicos em que os vampiros teriam participação, que acaba fazendo sentido.
Os vampiros são chamados de guardadores, isto porque eles são uma espécie de "pastores", isto mesmo...os humanos são como rebanhos para eles. Cada guardador possui um território, onde tem o domínio sobre os humanos daquele local. Do mesmo modo que alguns humanos preferem frango e outros boi, alguns guardadores preferem os negros e outros os asiáticos. As diferentes culturas e etnias foram desenvolvidas geneticamente pelos vampiros ao logo dos séculos, são apenas o reflexo da preferência do guardador daquela região.
É incrível o modo como Strieber narra os fatos, tão realista que eu me senti uma "vaca" pronta para o abate, eles estão no topo da cadeia alimentar.
Exceto a imortalidade e a alimentação, os guardadores são semelhantes ao seu rebanho, ingerem bebidas alcoólicas, drogas pesadíssimas (com a vantagem de não adoecerem), possuem funções fisiológicas semelhante aos humanos, saem ao sol e só podem morrer se seu suprimento de sangue for interrompido irremediavelmente para os órgãos vitais, o pesadelo de sua espécie são os acidentes.
Diferentes dos vampiros comuns, não possuem presas, com músculos fortes e uma língua perfurante, são anatomicamente projetados para sugar. As pessoas "mordidas" não se transformam em vampiros, para isso precisam receber sangue de seu guardador, adquirem força e longevidade, mas não são imortais.

Miriam Blaylock é uma "guardadora" diferente de seus semelhantes, enquanto eles vivem escondidos em esgotos e catacumbas tão antigas quanto a dos faraós; Miriam é dona de uma Boite badaladíssima em Nova Iorque, onde tudo é permitido, vive em meio as drogas, sexo e o sangue de suas vitimas. Com um desejo insaciável, antes de eliminar sua presa lhe proporciona o maior dos prazeres...leva-os ao clímax. É uma personagem instigante, que durante a história você a ama e a odeia.

Seu desejo mais ardente é conceber um filho, as guardadoras possuem apenas 4 óvulos durante a vida e seu último está prestes a ser eliminado de seu corpo. Decide participar de todos os conclaves de guardadores para encontrar um “macho” disposto a ser seu parceiro, mas quando chega à reunião Asiática, só encontra destruição, todos os guardadores da região foram mortos e aparentemente por humanos.
O próximo conclave será em Paris e ela precisa avisar os participantes, mas antes da viagem comete um erro imperdoável, ao se alimentar escolhe como vitima um policial da Interpol, assustada e confusa se esquece de desaparecer com o corpo e deixa pistas importantes para Paul Ward.
Paul é um agente da CIA, ele e sua equipe sabem da existência dos vampiros e sua meta e obsessão é extermina-los. Impiedoso, forte e com uma capacidade incrível de se recuperar, esconde um segredo que foge até mesmo de seu próprio conhecimento.
Segue Miriam até Paris e lá ficam cara a cara pela primeira vez e algo estranho acontece, ambos experimentam sentimentos contraditórios, apesar do ódio, sentem uma atração sexual anormal.

Miriam Blaylock é libidinosa, não possui uma preferencia sexual definida e no momento tem Sarah como sua escrava e amante. Striebier descreve cenas picantes de relações sexuais lésbicas entre as personagens.
Sarah é um personagem complexo, sendo médica vive em conflito com seu juramento de Hipócrates e a necessidade de matar para sobreviver. Vive se lamentando... cheia de culpa, mas quando bebe o sangue de suas vitimas entra em êxtase e sente como se tudo estivesse certo. Não sabe o que quer, hora odeia Miriam e logo depois a idolatra, sempre pedindo perdão pelos seus deslises... é patética, uma chata. O lado emocional e psicológico do personagem é muito desenvolvido e suas características bem descritas, mas não gostei dela.

Muito suspense e emoções fortes ocorrem entre Miriam Blaylock e seu rival Paul, mas não vou estragar totalmente a surpresa ... paro por aqui!
Os vampiros desse livro foram uma surpresa agradável, diferente de tudo que já li, com uma visão menos mitológica e mais plausível. São encarados como predadores do homem e sua necessidade de sangue humano é uma condição natural de suas vidas e não podem ser classificados como assassinos, não mais do que qualquer outra espécie predadora.

Gostei muito do livro... muito mesmo, mas não dá para classifica-lo como excepcional. Quando o assunto é Miriam e seus seguidores a narrativa é ágil, interessante e cheia de suspense, sua fuga tensa possui momentos excitantes e de ação e você tem vontade de ler rapidamente para saber o que vai acontecer entre Paul e Miriam. Mas quando o foco é só Paul Ward e suas ações policiais, carregada de tiros e explosões ... é clichê.
O final sem desfecho me decepcionou, o autor deixou um gancho para continuação, mas que eu saiba ainda não existe. Quando terminei o livro queria saber o que ia acontecer, mas vou ficar só na vontade.

7 comentários:

  1. Gente....tem este livros no trocando livros!!!! Vou pedir!!!!!!! AMEI sua resenha, adoro a maneira que vc descreve suas impressões....
    Bj

    ResponderExcluir
  2. O livro ainda está disponível no Trocando Livros, estou torcendo para meu crédito ser liberado logo!
    E vi no Estante virtual o primeiro volume bem baratinho....vc está me fazendo GASTAR!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi

    Obrigada pela visita em meu blog.

    Adorei essa resenha. Não conhecia a autora e o livro parece ser bem interessante.

    Quanto a vampiros serem de outro planeta, Lara Adrian - na Midnight Breeds - tem um foco parecido e bem interessante também.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa com essa resenha eu compro! rs
    Beeijo =)

    ResponderExcluir
  5. Oi!!! Adorei a sua resenha! E seu blog também!!! Vou linkar você também, ok?

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh Hérida.....o trocando livros liberou meu crédito tarde demais....o livro sumiu!!!!! Que raiva!
    Mas vou comprar pela Estante Virtual.....tá bem baratinho....obrigada pela oferta do empréstimo, vc é um amor!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Este é um comentário-convite.
    Meu blog está completando neste mês um ano " no ar". Para celebrar a juntar gente interessante estou promovendo uma blogagem coletiva.
    Ficarei feliz se você puder participar. Será um modo de divulgar seu espaço e conhecer outros blogs interessantes e que têm algo a dizer.
    Conto por você.
    O link para a inscrição é este:
    http://elainegaspareto.blogspot.com/2009/08/convite-convocacao-pedido-promocao-ou.html
    Elaine

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL