target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

"FANTASMA" (Roger Hobbs)

Sou muito bom no que faço. Sobrevivi porque sou extremamente cuidadoso. Moro sozinho, durmo sozinho, como sozinho. Não confio em ninguém.
p. 20
~~~*~~~
Sinopse: 

Quando um assalto a um cassino em Atlantic City dá errado, Marcus Hayes, um importante chefe do crime internacional, não tem outra escolha a não ser convocar Jack. 
Especialista em consertar cenas de crime, o homem que ocasionalmente é chamado de Jack pode ser considerado um fantasma. Sua identidade é um completo mistério, e até mesmo sua verdadeiro aparência é desconhecida. Um criminoso que só faz o que quer e com quem é quase impossível entrar em contato. 

Em algumas horas, esse experiente solucionador de problemas será levado num jato particular de Seattle a Nova Jersey para resolver uma imensa confusão: encontrar um dos assaltantes do cassino que está desaparecido e recuperar a quantia de um milhão de dólares que sumiu com ele. 

Jack tem apenas 48 horas para desativar um artefato explosivo inserido nas cédulas antes que ele destrua todo o dinheiro. Como se isso não bastasse, o FBI ainda está monitorando de perto todos os seus passos.
~~~*~~~
Fantasma - romance de estreia de Roger Hobbs - é um thriller que me atraiu pela proposta interessante. A trama gira em torno de Jack Delton, um especialista em consertar cenas de crime, hábil na arte do disfarce e desaparecimentos. 

Ninguém sabe a verdadeira identidade de Jack, por isso ele é conhecido como Fantasma. É o mistério em torno do personagem, a idéia de alguém capaz de passar despercebido ou desaparecer quando for conveniente, de ter habilidade para rastrear pessoas, apagar vestígios e ocultar evidências que torna o livro interessante e divertido.
A corrida contra o tempo de Jack para executar o trabalho que lhe foi ordenado,  e os detalhes sobre os dispositivos de segurança inseridos em cargas federais de dinheiro, também foram o ponto alto do enredo para mim.

A história de Jack é contada em primeira pessoas e dividida em dois períodos: no passado, quando participou de um assalto na Malásia e acabou estragando toda a operação; e no presente, onde para pagar essa dívida do passado, seu trabalho é solicitado com urgência. 

De modo geral, Fantasma é um livro bacana, pois abarca elementos que envolvem o leitor e nos deixam curiosos para descobrirmos do que Jack é capaz, até que ponto suas artimanhas terão sucesso.

Entretanto, achei que o autor pesou a mão na sorte de Jack. Particularmente, a combinação de circunstâncias e acontecimentos que influenciam de modo positivo a missão de Jack acabaram tirando um pouco a credibilidade da história. Não me convence quando um personagem escapa de todas as situações difíceis que se apresentam.
Sem falar que achei o desfecho uma baita "marmelada". Tudo termina muito redondinho, onde todos fazem "vistas grossas" para as ações de um cara que não passa de um criminoso. Jack é pintado como um herói, mas na verdade ele não é.

Não me entendam mal, Fantasma não é um livro ruim, apenas faltou solidez em algumas situações e acontecimentos. Apesar desses pormenores, acredito que Fantasma seja uma ótima pedida para leitores que procuram histórias descomplicadas e ágeis.

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL