target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

“ESCÂNDALOS PRIVADOS” (Nora Roberts)


— Preciso ser desejada, Dan. Preciso saber que as pessoas me querem. 
Não posso sobreviver sem isso.
p. 296
~~~*~~~
Sinopse:

Deanna Reynolds tinha sua vida planejada: começaria trabalhando em uma pequena emissora de TV em Chicago e, em alguns anos, se tornaria uma famosa apresentadora. E ela parece estar no caminho certo, principalmente porque uma estrela da televisão, a geniosa Angela Perkins, decide ser sua mentora. O que Deanna não suspeita, porém, é que Angela não é nada ingênua. Ao se oferecer a ensinar o que sabe à novata, ela pretende controlar a ambiciosa e talentosa Deanna. 

Quando Angela aceita uma grande oportunidade em uma emissora de Nova York, Deanna assume o seu lugar, apresentando, então, seu próprio talk show. Em apenas cinco anos, ela se torna a personalidade número um da TV de Chicago, e as duas acabam virando rivais na concorrência direta pela audiência.

Para piorar, Deanna se envolve com Finn Riley, o jornalista mais sexy da emissora e antigo caso de Angela, que, por sua vez, passa a nutrir sentimentos de amargura e vingança, ultrapassando todos os limites para boicotar a popularidade de sua antiga pupila. 
Enquanto isso, o amor de um fã de Deanna parece estar se transformando em obsessão quando ela começa a receber cartas anônimas e ligações estranhas. E o terror da jornalista aumenta ao perceber que o perigo pode estar cada vez mais perto... 
~~~*~~~
Escândalos Privados de Nora Roberts, é um suspense romântico que me deixou dividida entre o tédio e a impaciência. Sou fã da autora, mas esse romance ficou aquém do esperado.
Claro, eu sabia que o suspense não seria algo impressionante ou de tirar o folego, porém esperava uma pouco mais de “jogo de cintura” da autora. A ideia de abordar os bastidores dos programas de TV, a disputa acirrada por pontos de audiência, a vaidade e ambição que aflige os apresentadores é muito interessante. A trama tinha tudo para ser empolgante e divertida, porém o suspense é fraco.

Dividida em três partes, a história se tornou demasiado longa e previsível. O enredo é focado na rivalidade entre Deanna Reynolds e sua arqui-inimiga Angela Perkins. Enquanto Deanna revela-se uma apresentadora promissora, talentosa e carismática; Angela luta para manter-se no auge e tenta impedir a ascensão de sua rival. Minha esperança de encontrar intrigas, planos diabólicos, ardis e muita deslealdade no meio do entretenimento televisivo foi resumida a conversas venenosas, ataques de ciúmes e traições. A rixa entre Deanna e Angela se estende por 400 páginas, uma competição sem fim para provar quem é a melhor e que não apresentou mudanças significativas. Ao logo do livro essa disputa perdeu o sentido e isso me cansou. 

Em paralelo, acompanhamos a obsessão de um psicopata por Deanna. A história é repleta de clichês, o vilão é uma figura estereotipada e não apresenta nenhum traço que me motivasse a achá-lo interessante. Desde o princípio o leitor percebe que a pessoa obcecada por Deanna é alguém próximo a ela, pois suas ações em torno de Deanna só seriam possíveis se ele fizesse parte de seu meio. Assim, as opções tornam-se limitadas e logo desconfiamos da identidade do perseguidor. Confesso que não fiquei curiosa, nem apreensiva em relação ao vilão e matei a charada com facilidade. 

Nora Roberts também faz uso de um artifício que não me agrada muito. A autora escreveu um prólogo onde anuncia o assassinato de uns dos personagens. Ou seja, iniciamos a leitura já sabendo o destino desse personagem e ao leitor resta apenas aguardar a revelação de como isso aconteceu.

Para mim, o que salvou o livro foi a narrativa da autora que é envolvente e bem construída. Admiro a capacidade incrível de Nora Roberts em mudar o foco de ação entre os personagens, muitas vezes durante o transcorrer de uma cena, sem que o leitor se perca ou confunda quem é o narrador da vez. Outra característica que me agradou muito foi a construção dos personagens. Cada um possui particularidades próprias e que os tornam cativantes, sedutores ou repulsivos.

Os fãs de suspense romântico que procuram uma leitura descontraída, com um romance fofo e um mistério leve, com certeza irão curtir Escândalos Privados. Mesmo não sendo um livro que surpreenda, Nora Roberts é “diva” e merece ser lida. 

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL