target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 11 de julho de 2012

“PRIVATE” (James Patterson e Maxine Paetro)

Não sei exatamente por quê, mas as pessoas confiam a mim seus segredos. Deve ser alguma coisa na minha cara, provavelmente meus olhos.
Pág. 14
~~~*~~~
Jack Morgan era um herói de guerra. Fazia dois anos que havia voltado do Afeganistão, quando foi visitar seu pai pela última vez na prisão. Saiu de lá com 15 milhões de dólares e dono da Private – uma agência de investigações de alto nível, com clientes que incluíam artistas de cinema, políticos e multimilionários.

Cinco anos depois, sob a direção de Jack, a agência de Los Angeles se expandiu e abriu filiais em Nova York, Londres e Paris. A Private é um lugar seguro para os segredos dos poderosos, é para onde você vai se está procurando eficiência e discrição.

A agência conta com tecnologia de ponta e um time seleto de investigadores. Há dois anos a psiquiatra Justine Smith se dedica à caçada de uma assassino em série. Colaborando com polícia de Los Angeles, ela está decidida a pegar o criminoso que já matou uma dúzia de colegiais.
Paralelamente, Jack está envolvido com um caso complicado. Ele foi contratado por seu melhor amigo para investigar o assassinato brutal da esposa. Por ser próximo do casal, esse caso pode se tornar pessoal demais para Jack.

A Private também foi contratada para investigar os jogos da NFL – liga profissional de futebol americano – onde os resultados parecem estar sendo manipulados. Será que os jogadores estão entregando as partidas ou a corrupção está ocorrendo nos bastidores da liga?
Mas isso não é tudo, além das investigações ligadas à Private, Jack tem que lidar com uma amante descontente e com seu irmão gêmeo e inimigo, Tommy.

Para resolver os três mistérios, Jack conta com o apoio de Rick Del Rio – ex-fuzileiro naval e companheiro de Jack –, do explosivo investigador Emilio Cruz, do Dr. Sci – criminologista forense – e da especialista em computação Mo-bot. Além disso, a Private é uma agência particular e não está ligada a instituições oficiais. Então…não precisa jogar de acordo com todas as regras.
~~~*~~~
Private, primeiro volume da série homônima escrita por James Patterson e Maxine Paetro, é um thriller policial que se move com rapidez. Se somarmos a constante mudança do foco de ação, a escrita lacônica e aos capítulos extremante curtos, temos um livro para ser lido num fôlego só. Gosto do estilo do autor, mas Private é o primeiro livro que leio de Patterson cuja trama apresenta múltiplos casos - que não estão interligados - a serem resolvidos.
Acredito que a carga de informação é muito elevada para ser desenvolvida em aproximadamente 200 páginas. Assim, apesar de Private ser um livro divertido, ele não representa um grande desafio para os amantes de romances policiais. Os três casos exibidos em Private não são expostos com as minucias de detalhes adequada para mexer com o imaginário do leitor, tornando a resolução dos mesmos um tanto previsível.

Como consequência do pouco desenvolvimento do enredo, os personagens também são descritos de forma superficial. Jack é um herói de guerra atormentado por um evento traumático de seu passado, mas o lado emocional e psicológico do protagonista são pouco explorados. O detalhamento nunca foi uma das características de Patterson, mas os outros livros que li do autor não são tão rasos assim.

Particularmente, eu não achei o livro ruim, mas não está entre os meus preferidos do autor. Se você ainda não conhece o estilo de James Patterson, aconselho a começar pelo romance 1º a Morrer da série “Clube das Mulheres Contra o Crime”, pois os livros são mais consistentes e interessantes.

Não leiam Private com a expectativa de encontrar uma ambientação bem descrita, cenas de crimes de causar pesadelos ou uma caçada de tirar o fôlego, pois o livro deixa a desejar nesse quesito. Agora, se você procura um romance policial leve e despretensioso ou para ser lido como um passatempo, Private é uma boa pedida. 

Patterson, James. Private. Arqueiro, 2012. 224 p. (Private, Vol.1)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL