target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

“A ASCENSÃO DOS NOVE” (Pittacus Lore)

…Nosso lar não é aqui, Quatro. Esses humanos não são nossos irmãos e irmãs. Tudo o que fazemos aqui na Terra é por nosso lar verdadeiro, por nossos irmãos e irmãs verdadeiros; pelos Anciões que se sacrificaram para nos colocar naquela nave…
— Se você não está com Lorien no coração, é melhor dizer agora.
P. 108
~~~*~~~
(pode conter spoiler para quem não leu os livros anteriores)

Em O Poder dos Seis - John, Seis, Sam e o fiel Bernie Kozar estavam em fuga. Além de serem procurados pelo FBI por suspeita de ligação com o terrorismo, eles estavam sendo caçados pelos Mogs. Treinar e desenvolver seus legados não era mais suficiente. O encantamento havia sido quebrado e eles precisavam encontrar os outros membros da Garde. Sozinhos estavam vulneráveis. 
Seis viajou à Espanha para descobrir o paradeiro de mais um lorieno, enquanto John e Sam foram em busca do esconderijo dos mogadorianos.

Porém, ao chegar à Europa, Seis descobriu bem mais do que esperava. Ela encontrou Marina – a número Sete –, mas também se deparou com algo desconhecido… um membro da Garde, cuja existência era ignorada. Uma segunda nave pousou na Terra trazendo Ella, a número Dez, e seu cêpan Crayton.

Enquanto isso, John e Sam invadem a caverna dos mogadorianos e libertam o número Nove, mas algo terrível aconteceu. Durante a fuga do esconderijo dos Mogs, John e Nove se separam de Sam. Os dois lorienos conseguem fugir, mas Sam fica preso na caverna. É nesse momento que John descobre que o líder dos mogadorianos, e maior inimigo de seu povo, já está na terra. 

Agora, Seis e seus novos companheiros precisam cumprir mais uma missão antes de encontrar John nos EUA. Juntos, iniciam uma jornada em busca de outro membro da Garde. Eles partem para a Índia à procura de um garoto que vive nas cordilheiras do Himalaia. Um lugar isolado, porém nem um pouco livre do perigo. Os Mogs estão atentos a qualquer movimento e não há como se esconder por muito tempo…

Em fuga ao lado de Nove, John se recupera dos ferimentos que sofreu na última batalha. Mas é assolado pela culpa e remorso por ter abandonado Sam à própria sorte. Porém, antes de tentar resgatar seu amigo, John e Nove precisam estar preparados para a guerra que se aproxima. Os mogadorianos estão mais fortes, pois forjaram uma importante aliança.

Não há mais tempo a perder, os membros da Garde precisam se unir contra o inimigo o quanto antes. Não podem fracassar, pois são a última esperança de Lorien e da Terra.
~~~*~~~
“A Ascensão dos Nove” é o terceiro volume da série Os Legados de Lorien escrita pelos autores Jobie Hughes e James Frey sob o pseudônimo de Pittacus Lore. Nesse volume temos uma visão mais ampla do que está acontecendo com os membros da Garde. A narrativa é intercalada entre três personagens, John – o nº quatro, Veronica – a nº seis e Marina – a nº sete. A cada capítulo a fonte do texto é alterada, marcando assim o ponto de vista do personagem que está em foco e facilitando a identificação do narrador. Essa abordagem permite que o leitor conheça um pouco mais dos personagens.

Marina sente-se deslocada e solitária entre os outros membros da Garde. Apesar de ter desenvolvido legados poderosos, ela está insegura em relação ao papel que terá na guerra. Gosto da contradição que existe em Marina, a garota é forte e dona poderes incríveis e ao mesmo tempo parece ser frágil e delicada.

Nove é ousado, sínico e extremamente confiante. John se irrita facilmente com Nove, principalmente por causa de seu “jeitão” de quem não se importa com mais nada além de lutar contra os mogadorianos. Os dois estão sempre batendo de frente, discordando de quase tudo.
John está menos impulsivo que nos livros anteriores. Mas… ele continua sendo o menos focado na guerra contra os mogadorianos. John sente-se traído por Sarah e culpado pelo destino de Sam, mas ao invés de ir à luta, ele fica de “mi mi mi”. Isso acaba irritando um pouco.
Ah…senti falta de Sam, meu personagem favorito. Espero reencontrá-lo no próximo livro.

Crayton, o cêpan de Ella – a número Dez, é ótimo. Um paizão. A garotinha é fofa, mas ainda está se descobrindo. Também conhecemos um novo personagem, que chega para fortalecer o grupo. Minha única queixa é que o livro é curto demais para tanta informação.

Uma pergunta que não quer calar… Só eu acho um porre eles ficarem carregando aquelas arcas pra todo lado?
A Ascensão dos Nove é uma leitura ágil e eletrizante. Ação do início ao fim, impossível largá-lo antes do final.

Lore, Pittacus. A Ascensão dos Nove. Intrínseca, 2012. 287 p. (Os Legados de Lorien, Vol. 3)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL