target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

"A HOSPEDEIRA" (Stephenie Meyer)

Em tantos milênios, os humanos nunca entenderam o amor. Quanto é físico, quanto está na mente? Quanto é acidente e quanto é destino? Por que casamentos perfeitos se desintegram e casais impossíveis prosperam? Não sei as respostas nem um pouco mais que eles. O amor simplesmente está onde está.
p. 43
~~~*~~~ 
Melanie Stryder é uma rebelde, vive em um mundo dominado por uma espécie alienígena, mas ela não se deixou pegar. Está sempre fugindo e protegendo seu irmão Jamie. Em uma de suas incursões à procura de comida, conhece outro rebelde, Jared.
Jared é um homem perspicaz e prático, logo convida Melanie para se unir a ele. Juntos teriam mais força, além de companhia humana. Afinal, para os poucos humanos que restaram, o mundo se tornou cinza e solitário.

Melanie aceita o convite, sempre achou que não serie capaz de proteger e alimentar o pequeno Jamie por muito tempo. Ambos, impulsionados pela solidão e pelo perigo constante, se tornam inseparáveis. Apesar da diferença de idade, melanie tem 17 anos e Jared 36, se apaixonam perdidamente.

Um dia, Melanie descobre que sua prima ainda é humana e resolve procurá-la. Deixa Jamie aos cuidados de Jared e parte. Porém, o seu maior temor se concretiza. Ela é capturada pelo inimigo.
Os alienígenas se autodenominam de "almas", mas para os humanos não passam de parasitas em forma de "lacraia".

Em uma estação de cura, Melanie está sedada e pronta para a inserção. É um corpo saudável, seria um pecado desperdiçá-lo. A "alma" escolhida é Peregrina, admirada entre os seus, é uma das poucas almas que viveram em quase todos os planetas dominados por sua espécie. Já viveu oito ciclos de vida e está prestes a ser inserida em sua nona hospedeira.
Peregrina acorda em seu novo corpo, mas é muito diferente de seu último hospedeiro. São tantos sentimentos conflitantes.....é doloroso. Há algo errado!

Peregrina não consegue acessar a memória da hospedeira. Ela está bloqueando sua entrada. Mas isso é impossível, nunca aconteceu com Peregrina. Porém ela descobre que já houve alguns casos entre os corpos humanos. Se ela não dominar sua hospedeira, talvez terá que ser transferida para outro corpo.
Não! Ela é uma "alma" experiente e quer tentar, vai conseguir subjugar sua hospedeira.

Porém, Melanie não desiste, não vai mostrar àquela "ladra de corpos" o paradeiro de seus entes queridos. Eles não os encontrarão.
Mas uma noite, Melanie sonha com Jared e Jamie. Peregrina logo percebe a falha e informa para sua buscadora os nomes dos rebeldes. Um buscador é uma espécie de caçador, ele é responsável por rastrear e capturar humanos ainda não invadidos.

Percebendo que Jared corre perigo de ser encontrado, Melanie muda de tática e começa a bombardear Peregrina com suas lembranças. Apresenta à sua invasora uma infinidade de sentimentos e sensações, lembranças de uma paixão ardente por Jared e de um amor incondicional por Jamie. Não era o objetivo de Melanie, mas Peregrina se apaixona pelos humanos que não saem de sua cabeça.

Juntas, decidem encontrar o novo esconderijo de Jared e Jamie. Irão protegê-los. Após uma busca pelo deserto, que quase as leva a morte; finalmente encontram o esconderijo....melhor, elas são encontradas.

Junto aos humanos, Peregrina não pode dizer que Melanie vive, que habitam o mesmo corpo, pelo menos por enquanto. Os humanos pensam que ela é uma buscadora e jamais acreditariam em um absurdo daqueles. Peregrina é feita prisioneira, é mal tratada e odiada pelos humanos... é vista como um monstro.

Juntas elas vivem uma odisseia no esconderijo, aos poucos Peregrina conquista a confiança de uns, a tolerância de outros, mas sempre há aqueles que a espreitam e querem matá-la. Mas acaba se tornando imprescindível para os humanos... quase uma bênção. Peregrina conhece Ian... então começa o tormento das duas.

Melanie impôs a presença de Jared nos pensamentos de Peregrina, mas sente ciúmes quando ele se aproxima dela. Já Ian, ama Peregrina, mas Melanie não deixa que ele a toque. Peregrina também ama Jared, mas com o tempo se apaixona por Ian. Ela sabe que são amores impossíveis.

Como resolver esse impasse? 4 pessoas e 3 corpos. Será que existe alguma esperança?

Não há limites para o amor e altruísmo de Peregrina para com os humanos. Mas, ela se tornou uma traidora para sua espécie. Ela jamais poderá voltar a viver entre as "almas". Ela jamais será humana.
Peregrina quer ficar, quer viver e ter paz. Mas isso também parece um sonho distante, então.... conformada, se rende a um destino incerto.
~~~*~~~
A Hospedeira de Stephenie Meyer é classificado como literatura para adultos, mas com certeza um adolescente pode lê-lo sem problemas. Cheguei a conclusão de que é característica de Meyer descrever paixões ardentes, porém de forma pura e inocente.

Diferente do que a sinopse oficial diz, o livro não é sobre um triângulo amoroso com 2 corpos, pois nessa história de amor existem 3 corpos envolvidos. Confuso? Lendo o livro é fácil e delicioso de entender.

A narrativa é descomplicada e cativante, fazendo com que o leitor fique preso da primeira à última página. Meyer escreve de forma simples e envolvente. Reconheço que não é uma narrativa primorosa, mas é muito prazerosa.

A Hospedeira retrata amores impossíveis, por pessoas que nunca imaginamos amar, amor físico e platônico. Mostra a luta pela sobrevivência, o sacrifício pela família e amigos, o companheirismo e a confiança que aprendemos através do sofrimento, além de nos fazer refletir sobre nossa "essência" e "insignificância".
Caracteriza os humanos como seres de sentimentos únicos no universo e, por isso, tão especiais.
Não é um livro excepcional, mas eu realmente gostei. Me rendi a tantos personagens apaixonantes.

Mas há um porém. A autora descreve outros mundo de forma muito excêntrica... achei estranho. Acredito que no universo literário tudo é válido, mas quando li sobre mundo dos morcegos, mundo das flores, mundo dos golfinhos etc; achei que Meyer descambou para o absurdo.
Fora esse detalhe, que para mim, foi praticamente insignificante, o livro é gostosíssimo. Enfim, adorei!

29 comentários:

  1. Ei Hérida,

    Juro que esta resenha sua me arrepiou! Eu nem estava pensando em ler este livro, pensei q era so mais uma renda extra de twilight rs
    mais agora vou ter q comprar hehe
    bjoo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Hérida! Que história complicada essa, menina...

    Demorei a sentir vontade de Crepúsculo e quando li amei! Estou me sentindo assim novamente, morna, sem a menor vontade de ler a Hospedeira. Já ouvi algumas críticas negativas sobre a obra, você é uma das primeiras que ouço falar que gostou. Mas quem sabe um dia me acenda a vontade de ler...

    bjs.

    ResponderExcluir
  3. O seu post anima porque a sinopse do livro não me deixou com vontade de comprar.
    Beijos de fada.
    Luka.

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei da estória mas a "tia Steph" andou a deambular muito na primeira parte do livro... houve muita palha... mas no seu essencial, gostei! adorei a forma que ele imaginouj para retirar os bichinhos hehehe (coceguinhas :D)

    ResponderExcluir
  5. Menina eu não tinha gostado da sinopse, mas depois do queeu li aqui coloquei de volta rsrs

    bjss

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é incrível!

    vale super a pena conferir ;)

    ResponderExcluir
  7. Hérida querida!
    Estava enrolando para comprar este livro, e honestamente, estava esperando sua resenha. Agora que ficou claro que o livro é bom, o problema é QUANDO vou conseguir lê-lo, pq minha lista está estratosférica!!!!
    Conta para mim: vale passar ele na frente?????
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Sabe que a sua é uma das primeiras resenhas positivas que leio sobre esse livro? Tenho visto o povo metendo o pau por aí.
    Sobre verossimilhança, acho que na literatura o céu é o limite. Mas - não sei se me explico bem - dentro da trama as coisas, mesmo que fantasiosas, precisam ter coesão, coerência. Senão a história fica sem pé nem cabeça. Mesmo absurda, a trama tem de ser bem amarrada, rs...

    Bj!

    ResponderExcluir
  9. Meninas!
    Eu sou suspeita para falar. Como disse no post o livro não é excepsional, mas eu adoro a narrativa de Meyer. Me prendeu do inicio ao fim. Se voces leram a série crepusculo, acredito que também irão goastar de A Hospedeira.
    Vale a pena ler,porém como um livro p/ entretenimento. Achei muito interessante e prazerosa a leitura.

    Miriam e Lilian: Estranhei voces dizerem que minha resenha é uma das poucas com elogios ao livro. No Skoob as avaliações são ótimas (4,2 estrelas).

    Alê:Vale a pena ler, mas não precisa passar na frente, só se vc estiver muito curiosa...o que foi meu caso.
    Estou com mais de 60 livros na fila, mas vou lendo conforme minha vontade.
    Estou descontrolada, cada vez que entro na internet, corro p/ as livrarias. E compro!
    Tô ficando maluca.

    bjs

    ResponderExcluir
  10. eu fiquei com medo de comprar este livro por ser ficção cientifica e eu naum sou muito fã do genero .. bjokasssss

    ResponderExcluir
  11. Oi Hérida, fiquei muito feliz com a sua resenha.
    Explico: comprei o livro por impulso também, sem nem ler a sinopse. Depois que eu li, fiquei meio decepcionada e deixei ele na minha pilha de leitura. Mas agora... você me motivou.

    Em relação às resenhas negativas, eu sempre tomo muito cuidado. Já vi resenhas terríveis para livros ótimos. Gosto é gosto e não se discute.

    Hoje em dia dependendo de quem escreve a resenha negativa até pode ser um aval de boa leitura. rsrsrsr

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Eu acabo de comprar esse livro, e depois da sua discrição do livro, aumentou minha vontade de ler!
    deixa eu terminar SEDUÇÃO, que vou pegá-lo pra ler!
    adorei!

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Eu estava indecisa em ler este livro. Mas agora vou correr lê-lo:)!

    Bjinhos*

    ResponderExcluir
  14. Hérida, sua resenha está ótima. Mas, não sei se me animo mais com essa autora, não.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  15. Então, Hérida, as resenhas que eu vi foram no próprio Skoob, melhor dizendo, dos meus contatos no Skoob que leram o livro (embora a avaliação seja mesmo alta). É que nem todo mundo que avalia escreve resenha, deve ser por isso...

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li o livro,mas,obviamente,já o vi em várias livrarias.
    Pensei que o livro só iria vender porque é da mesma autora da saga Crepúsculo e não por ser realmente bom,mas agora depois do seu post fiquei realmente com vontade de comprar,até porque adoro ficção científica.
    Beijoooooooos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Hérida depois com o final da série Crepúsculo, fiquei decepcionada com a autora...Mas não descarto a leitura do livro não!
    Agora, adorei sua resenha :D
    Bjs
    Lili

    ResponderExcluir
  18. Oi querida, nem penso em cair mais nas garras da Meyer. Dei uma olhada na sua dica, A Floresta, claro que não consegui sair sem traze-lo junto. Você têm razão quando diz que a fila só aumenta, ando sentindo os mesmos sintomas, é entrar na livraria e ficar descontrolada!!! rsrsrs Beijos

    ResponderExcluir
  19. Herida querida, claro que ajudo, nossa prometi ajudar um monte de gente na divulgação e essa semana não consegui nada!! Essa sema vou juntar tudo em um post e ajudar todo mundo!!
    Me conta qual livro da Meg? A curiosa falando...

    ResponderExcluir
  20. Rsrsrs, confesso que me perdi no meio da descrição da história - e olha que vc explicou muito bem explicadinho, rs.

    Não sei se faz o meu estilo, mas que bom que vc curtiu seu livrinho, rs..

    Bjos!

    ResponderExcluir
  21. Gostei da sua resenha! Já vi esse livro nas prateleiras das livrarias, mas não me interessei. O destaque dado a ele me pareceu uma tentativa de pegar carona no sucesso da série Crepúsculo. Vendo agora a opinião de quem já leu, parece ser interessante.

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Jura que você amou? Então vou buscar na estante o meu e tentar ler pq desisti nas primeiras páginas e depois te conto.
    bjs e prazer em conhecer.

    ResponderExcluir
  23. totalmente chato....

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    Esse livro é realmente muito bom. É claro que sempre tem uma parte ou outra que gostariamos que fosse diferente... como o final, achei que poderia ser mais completo, e o começo realmente deu uma enrolada. Mas num geral eu amei a leitura, os personagens... É um livro gostoso e cheio de aventura. Mas eu vou te dizer uma coisa... a sua resenha ficou ótima, deu até vontade de ler do novo. ;)

    ResponderExcluir
  25. Adorei sua descrição! Concerteza vou comprar o livro, depois volto para dar a opinião. rs!

    ResponderExcluir
  26. oi,Hérida...
    descubri seu site faz pouquisimo tempo...mas estou adorando suas dicas...
    bom,A Hospedeira eu já li,e confesso q amei,também devorei o livro,a minha primeira leitura foi de um amigo de uma amiga q me emprestou...
    a segunda leitura foi q ganhei o livro de presente e claro fui ler de novo...
    adorei a drama,os persongens,eu achei delicioso lê-lo....
    beijão

    ResponderExcluir
  27. Nossa , to MORRENDO de vontade ler o livro agora !

    Beijinhoooos

    ResponderExcluir
  28. Estou lendo o livro e sempre visito o seu site para ver a sua opnião!! Realmente ele consegue prender a leitura... Estou querendo terminar rápido para ver o final da história!!

    Bjus

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL