target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

"SORTE OU AZAR ?" (Meg Cabot)


Depois da minha última experiência com um livro da Meg Cabot, fiquei com receio de me aventurar novamente com a autora. Mas, com "Sorte ou Azar?", eu não me arrependi.

O livro é destinado ao público adolescente, mas felizmente não possui aquela linguagem infantilizada e irritante, que tanto me incomodou no "outro livro". Pelo menos não em demasia.

A história possui uma pitada de sobrenatural, dando um ar de mistério e deixando o livro mais interessante.

****

Jean Honeychurch é uma adolescente do interior, filha de uma pastora evangélica, tem um jeito peculiar e engraçado de agir e pensar.

Jean, odeia seu nome, porém odeia ainda mais seu apelido Jinx, que significa "pé frio". Ela não entende o porque, mas sabe que por onde passa, algo ruim sempre acontece.
Na tentativa de se livrar dos problemas que sua má sorte sempre lhe trás, saiu de sua cidade natal, Iowa, para viver em Nova Iorque com seus tios e primos.
Mas, o que ela achou que seria uma mudança simples, se mostrou mais complicada do que ela esperava. A vida na cidade grande não será fácil.

Tudo começa a desandar quando Jinx encontra sua prima, Tory. Ela não é mais aquela garota gorduchinha de cinco anos atrás. Agora, Tory está magérrima, com visual chique....meio gótico, mas moderno.
E não foi só na aparência que a priminha mudou, agora sexo e drogas fazem parte de sua rotina. Foi um tremendo choque cultural para uma caipira e filha de pastora.

Então Jinx conhece Zach.... foi paixão a primeira vista. Ele é um garoto inteligente e gentil, além de lindo.
Ele e Jinx se tornam amigos "quase" inseparáveis, o que desperta muito ciúmes em sua prima e acaba complicando o relação das duas.
Tory também é apaixonada por Zach e não acredita que eles sejam apenas amigos.

Para completar o pacote de problemas, Jinx descobre que sua prima está envolvida com bruxaria, porém o que ela pratica é magia negra,"Vudu". Percebe que se tornou alvo de Tory, ela quer vingança.

Há uma lenda na família, a tata-tata-tataravó de Jinx e Tory foi uma bruxa, e ela previu que nesta geração haveria uma herdeira do seu poder, uma bruxa nata.

Mas quem será a neta que herdou tais poderes? Jinx ou Tory.

Tory tem certeza absoluta que ela é a herdeira do poder, a verdadeira bruxa, e fará de tudo para provar.

Jinx terá que enfrentar a fúria de sua prima, e em meio à intrigas e feitiços descobrirá que seu azar, talvez......seja sorte.

****
Os personagens são carismáticos, com problemas nada comuns. Não é todo adolescente que se envolve com bruxaria e possui uma sede de vingança incontrolável.

É um romance inocente, com uma trama simples e criativa. Mas..... podia ser mais original, a protagonista adolescente, cheia de problemas e apaixonada , está presente em "quase" todos os livros da Meg.

A narrativa é ágil e fluída, além de ter uma boa dose de humor. Uma leitura rapidinha e descompromissada.... bem gostosinho de ler.
Ideal quando se quer algo leve e que distraia.

E o melhor...tem um final feliz. Nos faz acreditar, até quando a sorte não está do nosso lado, que tudo sempre acabará bem.




8 comentários:

  1. Oi Hérida!!!
    Adoro livros com finais felizes e estou precisando ler um livro bom, bem escritinho e com um final feliz! Nada que force ou perturbe minha cabeça!!!! Vim de uma série de livros "punk"!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha!Passa no meu blog tem sorteio por lá,bjossss

    ResponderExcluir
  3. Sorte ou Azar é mesmo muito fofo, eu também gostei bastante. bjs

    ResponderExcluir
  4. Ahh querida eu gostava muito da Meg so que dei um tempo dela ,, mais com sua resenha eu me animei ,,bjokasss

    ResponderExcluir
  5. Oi, Hérida

    Adoro vir aqui...hihihi

    Esse não é muito o meu gênero....mas, é ótimo quando lemos um livro e somos surpreendidas positivamente, né?

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Oii;
    Estou mesmo precisando de um livro leve, mesmo depois de ler (traída) que já é muito leve. Mas é que agora estou super envolvida com (o simbolo perdido) e (querido e devotado dexter). Nada leves, pois estão me fazendo pensar muito ^^ Gosto disso, mas é bom dá uma relaxada depois :)

    Nunca li Meg Cabot, ainda ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Nossa acredita que eu estou com esse livro aqui em casa na estante desde o lançamento?!
    Está na fila, breve lerei!
    Agradeço sua visita ao meu blog,sempre fico muito feliz com seus comentários,que bom que gostou do selo que eu te dei pois te indiquei a ele de todo o meu coração!
    Beijooooos!

    ResponderExcluir
  8. O tradutor da série A Mediadora que vc não gostou é diferente dos outros da Meg ( tá ai a diferença na linguagem) tb odeio essa tradução *-*
    Se vc gostou do Sorte ( que ainda não é um dos meus favoritos, na realidade acho que é um dos mais fraquinhos) vc tem que ler os adultos ( young adults) você vai se surpreender =o*

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL