target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

"O CIRURGIÃO" (Tess Gerritsen)


Ele não tem pressa. Sente prazer em torturar as escolhidas durante horas. O terror, é seu combustível e após extirpar a contaminação dos corpos daquelas mulheres, sua satisfação é plena.
Imobilizar, aterrorizar e finalmente cortar a carne macia é delicioso, o ritual e a ordem são extremamente importantes. Mas odeia aquela sujeira toda. Então, desenvolveu técnicas para minimizar o sangramento. Talvez, seja por isso que o seu apelido seja "Cirurgião".
Não se acha louco ou pervertido, apenas uma pessoa diferente, que assume suas preferências...
~~~*~~~
Catherine Cordell pensou que sua vida estava entrando nos eixos, o martírio por que passou há dois anos estava sempre presente, mas agora, ela conseguia lidar com as dolorosas lembranças. Sua rotina era pesada, como médica, vivia mais dentro do hospital do que em seu próprio apartamento.
Pensou que nunca mais iria ouvir o nome Andrew Capra, o homem que lhe proporcionou tais lembranças horríveis. Estava enganada.

Violentas mortes estão assustando o departamento de homicídios de Boston. Aparentemente, não há nenhuma ligação entre as vitimas e a única pista que o detetive Thomas Moore e a detetive Jane Rizzoli possuem é o terrível passado da Dra. Cordell.

Mas este Serial Killer não pode ser Capra...ele está morto! A própria Catherine certificou-se disso. Então, o que está acontecendo em Boston? Será um fã maluco que resolveu imitar os assassinatos de Andrew Capra? Parece improvável.

Os detalhes são minuciosos e o ritual de tortura e mutilação são idênticos. Detalhes esses, que não foram divulgados pela policia, só o próprio assassino poderia saber desses horrores.
Os demônios de seu passado estão de volta e de uma hora para outra Catherine deixou de ser vítima para se tornar suspeita dos crimes.
Porém o misterioso assassino tem uma obsessão pela Dra. Cordell e se mostra extremamente imprudente.
De imprudente ele não tem nada!
Todos os seus movimentos são cuidadosamente planejados. Ele provou que não pode ser subestimado e que Catherine Cordell é o seu tão desejado troféu.

Thomas Moore precisa encontrar este assassino rapidamente, antes que ele consiga capturar a mulher por quem se apaixonou, Catherine.

Jane Rizzoli também quer captura-lo, mas seus motivos são diferentes. Precisa provar que é tão capaz quanto seus colegas de trabalho e principalmente...afastar Thomas da principal envolvida no caso. Ele pode destruir sua carreira. Mas seus motivos não são tão nobres assim, na realidade o ciúme a está consumindo.

Em uma investigação quase às cegas, sem pistas concretas e sem suspeitos, Thomas e Jane travam não só uma batalha nas ruas, mas também um dilema pessoal e ético. Será possível eles se perdoarem? O tempo é o principal inimigo, e quanto mais a investigação se prolongar, mais mortes ocorrerão.
E Catherine pode ser a próxima. 
~~~*~~~
Tess Gerritsen é formada em medicina, mas se afastou dos hospitais para cuidar de seus filhos e escrever. Sábia decisão.
O Cirurgião é o 1º livro da série Rizzoli & Isles e foi minha estreia com a autora. Paixão à primeira vista.
As descrições dos procedimentos médicos são minuciosas e precisas, além dos detalhes perturbadores das mutilações e assassinatos do serial killer apelidado pelo departamento de policia como "Cirurgião".

Para quem é da área da saúde se surpreenderá com a quantidade de detalhes sobre as cirurgias, procedimentos de rotina, medicações e exames laboratoriais que são descritos no livro.
Porém, quem não é conhecedor de tais rotinas médicas não precisa se preocupar, Garritsen consegue descrever e exemplificar os procedimentos de forma clara e simples. Ela utiliza de personagens leigos - como estudantes de medicina ou os próprios policiais - para ter a oportunidade de explicar os detalhes de uma sala de emergência.
Ela uniu de forma espetacular seus conhecimentos da área médica com investigação forense, o que resultou em um thriller médico cheio de mistério, suspense e violência. Depois que li o livro,"bisturi" adquiriu um significado diferente, se tornou um instrumento assustador.

A narrativa é fluida e cativante, com uma trama muito envolvente. Foi quase impossível largar o livro. A autora explora bem o lado psicológico de seus personagens, cada um possui características distintas e marcantes.

Catherine Cordell é uma médica exemplar, uma mulher forte e decidida, porém solitária. Seus medos e traumas não permitem que ela se envolva romanticamente. Até.... ela conhecer o detetive Thomas Moore, o "nerd", bonzinho e como o próprio livro diz -"o santinho do departamento".
Apesar de sua aparência de mulher guerreira, Catherine se mostra frágil e vulnerável ao longo do livro, mas não hesita quando a vida de um paciente ou a sua está em perigo.

O detetive Thomas é viúvo, aquele tipo que mesmo após anos da morte da esposa ela ainda se mantém viva em seu pensamento. Não se interessa por nenhuma mulher, mas isso muda com o desenrolar da investigação. Sua proximidade com a vitima/suspeita/testemunha, Catherine, o faz se esquecer tanto da falecida mulher como da ética profissional.
A detetive Jane Rizzoli é uma mulher peculiar. No inicio do livro ela é extremamente preocupada em se posicionar como "igual" ao seus colegas de trabalho do sexo masculino. Achei a personagem focada demais em mostrar sua capacidade e um pouco obsessiva em conseguir levar os créditos pela investigação.
Sem atrativos físicos, faz questão de deixar claro que o que importa é a inteligência e perspicácia.
Ao longo do livro ela se torna ciumenta, invejosa e a pressa de prender um suspeito a leva a cometer erros que só pioram a sua reputação. Porém, ela esta decidida a reverter a situação e não vai deixar que lhe "passem a perna".

Formulei várias teorias enquanto lia, mas todas se mostraram infundadas. Até mesmo, quando já sabemos quem é o "Cirurgião", somos surpreendidos com seus pensamentos doentios e descobrimos que a verdade não é tão óbvia assim.

Quer se divertir? Se você gosta e está procurando uma ótima trama policial, não perca mais tempo!


8 comentários:

  1. Sinistrooo...
    Otima resenha...
    Li um livro parecido chamado Laços de Familia...
    Bahhh lokao tbm...
    Esse vai pra minha lista...
    XD

    ResponderExcluir
  2. Oi Hérida!! Eu fiquei apaixonada por Tess gerritsen ao ler Gravidade, o lançamento da autora. ADOREI o jeito dela escrever, e comprei mais dois livros dela, será que um deles é esse?? Acho até que sim, está meio perdido no meio da minha pilha de livros! E é verdade,para quem tem formação na área da saúde, como nós, os livros dela tem um sabor especial, né??
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Oi Hérida,

    Como sempre suas resenhas são para lá de completas, muito bom.

    Arrepiei com este livro, mais um que com certeza tenho que ler. Amiga, acho que ou eu paro de acessar seu blog ou aumento o limite do cartão de crédito rsrsrs

    bjooo

    ResponderExcluir
  4. Essa autora está super badalada nos blogs, vou ter que comprar algo dela...

    Li sua lista da Maratona, e vc já começa bem... Dominio dos deuses é um livro excelente.

    ResponderExcluir
  5. eu li O Cirurgião
    e oooooooo
    é muito bom, o suspense é ótimo
    agora estou seguindo com O Dominador, e também é muito bom
    é o tipo de livro que você realmente não consegue deixar de lado
    adoro suspense e romance policial
    e depois de sir Arthur C. Doyle e S. King Tess é uma das melhores

    ResponderExcluir
  6. Li O CIRURGIÃO e fiquei completamente apaixonada pelo mundo que tess reflecte neste livro, ocorre sempre muita acção, nao tinha qualquer noção que o final seria este foi mesmo inesperado. Parabens, ja tenho nas mãos o APREDIZZZ :D

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, Herida.
    Temos uma coisa em comum, adoro os livros da autora Tess Gerritsen, tenho todos e adoro o tipo de suspense que ela escreve. É um livro que começamos a leitura querendo devorá-lo porque é muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde, Herida li o livro Desaparecida da Tess Gerritsen amei pois prende do começo oa fim, agora quero ler as outras obras da autora.ass. cida

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL