target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 21 de junho de 2010

"VLAD: A ÚLTIMA CONFISSÃO" (C.C. Humphreys)

"...aço contra aço, quebrar de ossos, gritos de raiva, dor, terror. Vlad não sentia nem ódio nem medo, só a ânsia de tirar a vida de outro inimigo."

Seu nome era morte e o inferno o seguia.(Ap. 6:8)
Drácula.
Um homem temido, que por onde passava semeava o medo e deixava o rastro da morte. Morte esta, lenta e humilhante. Era temido por seus inimigos e amado por seu povo. Governou e liderou através do terror.

Ao contrário do que você, leitor, possa estar pensando, este livro não é sobre vampiros. Não, este livro retrata as dores e os conflitos de uma lenda... apenas um homem, um guerreiro, aquele que foi considerado o "filho do Diabo".
Vlad Drácula, ou popularmente conhecido como Vlad Tepes : O Empalador, foi um príncipe da Valáquia, notório membro da ordem do Dragão, cruzado fiel e defensor dos mandamentos de Cristo. Empunhou sua espada contra os hereges, lutou incessantemente contra o exército Otomano e seu líder, o sultão Mehmed, O Conquistador.
Você deve estar se perguntando: Como um cristão devoto pôde executar as atrocidades que o mundo tanto conhece? A resposta a essa pergunta está nas incríveis 457 páginas de Vlad: A Última Confissão.

O próprio autor nos aconselha... "Esqueça Bran Stoker, isso é Drácula de Disney!"

Em um romance épico emocionante, Humphreys nos leva à Europa Oriental do século XV e nos apresenta uma versão diferente da vida e do caráter de Drácula.
A história se inicia 5 anos após a decapitação de Vlad, quando um membro da Ordem do Dragão quer descobrir a verdade por trás das horripilantes histórias contadas sobre o príncipe da Valáquia. Três pessoas próximas, e que acompanharam toda a trajetória de Vlad, são convocadas a dar seus testemunhos na presença de monges escribas.
Ion Tremblac, o braço direito, amigo fiel e... traidor; Ilona, amante e mulher; e o irmão Vasile, seu confessor, foram os intimados a confessarem sob a supervisão de um cardeal, representante do Papa, tudo o que presenciaram.

Testemunhe você também o nascimento do mito.

****
Valáquia, 1501

- As convocações:

O inverno castigava nos Cárpatos, mas os responsáveis pela missão não podiam se distrair. Janos Horvathy estava ali para descobrir toda a verdade sobre o antigo Voivoda da Valáquia, Vlad Tepes. Seu nome seria limpo ou eternamente amaldiçoado.
Pessoas próximas ao sanguinário príncipe contariam tudo o que presenciaram. As três testemunhas foram encontradas, e falariam toda a verdade sob o sacramento da confissão. Não poderiam mentir e nem fugir de suas terríveis lembranças.

- As confissões:

1447- A Valáquia estava sob o jugo dos Turcos, e como forma da garantir a obediência de seu governante, o sultão, Murad, ordenou o sequestro de dois filhos do Voivoda "Dracul". Vlad e Radu eram adolescentes fortes e inteligentes, mas Vlad sempre fora mais habilidoso na arte de desafiar e guerrear.
Apesar de estar vivendo entre os muçulmanos e aprendendo seus costumes, nunca abandonou a verdadeira fé cristã. Jurou que governaria a Valáquia e que varreria os hereges sobre a face de suas terras.

Mas sua petulância e arrogância provocaram a ira do Sultão. Vlad seria enviado para Tokat, uma masmorra fedorenta que criava e aperfeiçoava a arte da tortura, e Radu foi dado como "presente" para o filho do sultão, Mehmet. Em Tokat, Vlad aprenderia uma lição dolorosa e que marcaria sua alma para o resto de sua vida... "nós torturamos os outros para que eles não nos torturem".

Mais uma vez a traição reinou sobre a família Draculesti. Seu pai estava morto, e ele seria seu sucessor...governaria. Se tornou homem e príncipe da Valáquia, e assim, Drácula conduziria sua espada contra os turcos. Em nome da fé em Cristo, e como membro da Ordem do Dragão, se tornou o líder de uma cruzada contra a heresia.
Nunca mais seria o mesmo. E apesar de estar rodeado de amigos fieis e na companhia da única mulher que amou, não pode confiar em ninguém. A cobiça e a traição estão sempre ao seu lado.
A fé de Vlad o fortalece, mas a luxuria, a crueldade, e a morte tentam constantemente abater seu espírito e derrubar a bandeira pela qual dedicou sua vida.

Não há retorno. Não há perdão. Vlad, está disposto a ressurgir da morte para aplacar sua sede de vingança.
Ninguém escapa do fio da espada e da estaca rombuda do Dragão.

****
Os relatos das três testemunhas tecem uma trama cheia de conflitos morais, paixão, sedução, traição e morte. Os atos contraditórios que ele sempre está executando, mostram seu lado humano...errante, ora ele é um cristão fiel e representante da mão de Deus contra os hereges, ora é um assassino impiedoso e que se considera indigno de perdão. Razão e emoção estão em constante batalha.
Conseguimos entender também como surgiu a lenda do ser imortal, aquele que renasce dos mortos para atormentar seus inimigos.
Humphreys escreveu o livro sem pender a balança, simplesmente relatou os fatos sem expressar sua opinião pessoal. Deixou que cada leitor decida o que Drácula representou em uma época em que ser temido era sinônimo de força e liderança.

O autor tentou se ater aos registros históricos até onde ele fosse conhecido, e nas lacunas dos fatos entrou o romance. Essa união de realidade e ficção foi tão perfeita que o leitor praticamente se esquece de que a grande maioria dos relatos realmente aconteceu. O livro é um épico espetacular, e posso afirmar que, até o momento, foi o melhor livro que li em 2010.
A narrativa do autor é direta...sem rodeios, e atinge o leitor de forma contundente.

- Então você faria seu povo viver no medo?
- Eu o faria viver na certeza. A conhecer seu lugar no reino de Deus. A obedecer, sem questionar, as leis que eu faço em nome Dele. - E saber que, se não obedecerem, serão punidos de uma maneira que fará os outros hesitarem antes de pecar, ou até não pecarem.
- Para que crimes você aplicará essa punição?
- Todos
- Todos? E se alguém roubar uma vaca?
- Será empalado.
- Falsificação de moeda? Trapaça? Tumulto?
- Empalado. Empalado. Empalado.
O Padre desmoronou, sentou-se e suspirou...

Durante a leitura eu enfrentei um conflito pessoal, ao mesmo tempo em que me chocava com as escolhas e ações de Vlad, eu me encontrava, constantemente, tentando justificá-las e gostando cada vez mais do Empalador". Parece horrível não é? Mas o livro apresenta os dois lados da moeda, não só a visão de quem está de fora, como expectador da matança, mas nos apresenta o que provocou, ou melhor, o que conduziu a mão de Drácula para os atos "ditos"cruéis.

O autor uniu com maestria a história de um déspota com o mito de um ser invencível, porém, sem o elemento sobrenatural, e uma trama supostamente sombria e cruel se tornou um romance épico sedutor e emocionante.
Resumindo...o livro é incrível.

Não deixe de ler Vlad: A Última confissão, o livro vale cada página lida.



23 comentários:

  1. Nossa.
    O livro deve ser expetacular.
    Sou super curiosa com a história de Vlad e esse livro me chamou bastante a atenção.
    Quero ler. =)

    ResponderExcluir
  2. Que resenha empolgada Hérida! Quero ler!

    Bjosssssssss

    ResponderExcluir
  3. Adoro Épicos, e esse parece ser perfeito!
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de vampiros e ,principalmente, do clássico de Bram Stoker. Por isso, li muito sobre os fatos reais que inspiraram o autor a escrever o romance e, é realmente interessantíssima a história do verdadeiro Conde, se assim podemos dizer. Deve ser um livro fantástico.
    Parabéns pela resenha !
    Abracos,
    Victor
    www.mestredasresenhas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Menina tenho tanto livro na minha lista de compras, e a cada dia aumenta mais, e agora estou começando a pegar apenas romance,estou correndo de livros com violencia atualmente e esse parece de lascar..rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Hérida,

    Livrão hein, e a capa é sinistra. Ahhh eu gosto do Drácula da disney rsrsrsrs
    Achei muito interessante a história, principalmente este conflito de gostar ou odiar o personagem.

    bjo

    ResponderExcluir
  7. muito interessante teu comentario, ja tinha visto uma pqena resenha do livro e com certeza depois da tua recomendaçao esta na minha lista de leituras.

    Lilith Dumm
    lilith_dumm@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Tenho medo até da capa desse livro, acredita? rs

    Eu gosto de romances, de suspense, policial com psicotas assassinos, histórias de amor vampirescas, ,as esse sei não viu...... pela capa dá para ver que é assustador e depois de:

    O próprio autor nos aconselha... "Esqueça Bran Stoker, isso é Drácula de Disney!"

    Sei não viu Hérida, rs. To passando esse, apesar de pela resenha o livro ser maravilhoso. Mas fico impressionada c algumas coisas :(

    ResponderExcluir
  9. Pôxa, Herida!! eu adoro esses livros de " Esqueça tudo o que vc pensa conhecer sobre..."

    Os caminhos da trma sempre tendem a ser bombás ticos e eu amooo reviravoltas!!
    E SIM < SIM< SIM< SIM!!!
    Eu quero TESTEMUNHAR O NASCIMENTO DO MITO !!

    Nã é meu tipo usual de leitura, mas sua resenha está tão perfeita que soube cativar minha atenção! Está anotado, e desejado! *__*
    bjus no ♥

    ResponderExcluir
  10. Nossa essa capa me deu mto medo haha mas o livro parece ser interessante... Beijinhos e otima semana pra vc! ^_^

    ResponderExcluir
  11. Nossa o livro parece que conquistou mesmo, amei a resenha, eu não conheço a história do Vlad então esse com certeza vai para lista.

    Bjus

    ResponderExcluir
  12. Parece ótimo mesmo!!! Já vai entrar para a lista :)

    ResponderExcluir
  13. Nossa, só de ler a resenha já fiquei com medo !
    rsrsrsrs
    Parece eletrizante. Fiquei mega curiosa !
    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  14. Adorei, fiquei com vontade de ler o livro!

    ResponderExcluir
  15. Achei q na capa fosse o Darth Vader kkkk
    Ai, vou me inscrever na promoção, vou confiar no seu palpite já q disse q é bom!
    bjs

    ResponderExcluir
  16. "Esqueça Bran Stoker, isso é Drácula de Disney!"
    não gostei muito dessa opinião, pode ser frescura, mas ainda assim... soou forçado.
    Só peço que para quem ler tome cuidado, pois o autor como em todo romance histórico tomou a liberdade de colocar fatos fictícios, afinal ninguém sabe ao certo sobre a morte de Vlad, mas especulasse que morreu sendo confundido com um inimigo.
    Parece interessante o livro, adoro romance histórico e adoro a história de Vlad Tepes
    sangue *-*

    ResponderExcluir
  17. Mandy:
    "Esqueça Bran Stoker, isso é Drácula de Disney!"
    Então...essa frase é citada pelo autor no livro. Mas eu entendo o que ele quis dizer, Bran Stoker escreveu sobre um vampiro chamado Drácula..pura fantasia. Neste livro o autor não fala do mito e sim do homem, com todos os seus erros e conflitos.
    Depois de ler o livro percebi de onde surgiu o mito e porquê?
    Não achei a frase forçada, pelo contrário, faz todo sentido. Afinal, Bran Stoker escreveu sobre um ser sobrenatural sem se prender em fatos reais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Livro excelente!!!
    Li o de Bram Stoker, li " O homem por tras do mito" de Roberta Zugaib e com certeza este livro conta melhor a historia dentre os outros citados!!
    Muito boa recomendaçao

    ResponderExcluir
  19. Devo dizer que inicialmente o título não me havia conquistado, mas desta vez acho que ele e digno de um pouco mais de atenção.

    ResponderExcluir
  20. Eu comprei ontem esse livro

    Vou começar a ler hj

    Parece mt Bom e a capa dele é muito sisnistra do jeito ki eu gosto...

    ResponderExcluir
  21. pode crer esse livro deve ser muito massa, quero lê-lo o mais rápido possível.
    li o historiador de elizabeth kostova e a partir dai me interessei pela história de vlad tepes!!!

    ResponderExcluir
  22. O Livro é maravilhoso... eu o li antes de ver a resenha da Hérida... o melhor livro que já li na minha vida e em segundo lugar vem o Guardião da Meia Noite (recomendo)
    Abraço a todos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL