target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 14 de março de 2011

"TEQUILA VERMELHA" (Rick Riordan)

A primeira coisa que percebi quando a luz acendeu foi a cor da minha mão. Depois, a coisa na qual eu estava sentado. Pensara que era um colchão d'água, pela forma como cedia ao meu peso, mas colchões d'água não são cobertos por seda azul e não têm cabelos brancos. Levantei, virei o corpo e meu rosto ficou tão contorcido quanto o do cadáver...
O sangue fluíra de seu pescoço com tanta abundância que finalmente floresceu e secou em uma enorme, grotesca rosa...Tentei lembrar ao meu estômago que ele ainda pertencia às minhas entranhas, não à minha boca.
Ele não era um bom ouvinte...
Pag. 248

"Tequila Vermelha" é o primeiro livro da série Tres Navarre escrita por Rick Riordan. Um thriller descontraído, repleto de mistérios e humor sarcástico. Conheça Jackson Tres Navarre... Um detetive particular sem licença, mestre de Tai Chi e ávido bebedor de Tequila.
~~~*~~~
Há dez anos ele deixou San Antonio. Não suportava a lembrança da morte de seu pai. Enquanto estava longe de sua terra natal, se tornou um professor de inglês, mestre em Tai chi e um detetive particular sem licença. Mas agora nada disso importa, Jackson Tres Navarre estava de volta para acertar as contas.
Cartas de uma ex-namorada, um amor de adolescente, reacendeu a chama dessa paixão. Mas ele não voltara apenas por causa de uma mulher... essa era sua chance de desvendar o assassinado de seu pai, o "Xerife Jackson Navarre".
 
Sua chegada foi notada por todos, Tres Navarre era conhecido na cidade...significava problemas. Tres estava disposto a passar por cima de todos e da lei para descobrir a verdade.
 O reencontro com sua antiga paixão durou pouco, Lillian Cambridge desapareceu sem deixar vestígios. Agora sua atenção estava dividida, além de investigar o assassinato de seu falecido pai, Tres precisa encontrar Lillian antes que seja tarde demais.
Sua investigação o levou a acreditar que o desaparecimento de Lillian estava relacionado ao seu retorno. Quanto mais Tres procura por respostas, mais se afunda em problemas e confusão. Ele estava pressionando a Máfia, desafiando o departamento de polícia e sendo inconveniente com cidadãos importantes de San Antonio. Tres Navarre havia mexido em um vespeiro.

Sua busca por justiça o colará no meio de uma teia de intrigas e corrupção. Entre hostilidades, tiros e  muitas doses de tequilas, corpos se acumulam por onde ele passa. Mas nada disso importa, ele irá descobrir a qualquer custo quem está por trás desses crimes. Jackson Tres Navarre voltou para ficar.
~~~*~~~
Ambientado na cidade de San Antonio, somos apresentados ao sul texano, com seu clima quente e úmido, as tempestades de verão, pontos turísticos exóticos e a grande influência mexicana na cultura da região.

Riordan nos presenteia com uma trama descontraída, uma investigação policial totalmente fora dos eixos e conduzida aos trancos e barrancos. Tres Navarre não tem licença de detetive, mas isso não o impede de meter o nariz onde não é chamado. Ele usa sua inteligência para persuadir, suas habilidades em Tai chi para coagir e sendo um imã para problemas, Tres afoga suas magoas com a boa e velha Tequila.
Na realidade, ele é um professor de inglês do ensino médio, excêntrico, meio esquisito, que está querendo reviver uma antiga paixão e desenterrar os segredos em torno do assassinato de seu pai ocorrido há dez anos.

O livro flui rapidamente e possui um tom bem descontraído, característico da narrativa de Riordan. A história é envolvente, e o humor ácido destilado por Tres dá um ar mais leve à trama policial. Acontecimentos paralelos são explorados simultaneamente, Tres Navarre deve investigar o assassinato de seu pai, o desaparecimento de sua ex-namorada, enfrentar a máfia e cidadãos corruptos, além de lidar com seus próprios fantasmas. O enredo é inteligente, porém um tanto previsível.

Tres Navarre é uma figura, não perde a oportunidade de sair chutando alguém, de dizer um desaforo, debochar de seus inimigos, e até nos momentos de perigo ele consegue ser irônico. Adorei, várias vezes me peguei rindo em público dos diálogos e comentários de Tres. Também me diverti com as cenas entre Tres e seu gato, Robert Johnson.  Sabe quando dizem que os animais de estimação se parecem com os donos? Em "Tequila Vermelha" Robert Johnson é exatamente como Tres Navarre - temperamental, exigente e brincalhão. O gato rouba as cenas e nos conquista desde o início, ele traz vida e alegria à história, vivenciar o relacionamento entre Tres e Robert Johnson foi delicioso.

Que tal dar um passeio pelo Texas na companhia de Jackson Tres Navarre? Tequila Vermelha é um romance policial descontraído e cativante. Leia!


Riordan, Rick. Tequila Vermelha. Record, 2011. 428 p. (Série Tres Navarre, Vol.1)

22 comentários:

  1. Oi querida!!!
    Bom, eu gostei bastante da série Percy Jackson do mesmo autor. Concordo com você quanto a escrita dele, que realmente é boa de se ler.
    Mas não sei se conseguirei ler outra coisa do Rick sem fazer comparações...
    Quem sabe né?

    Beijokas

    ResponderExcluir
  2. Hérida, eu já li esse livro e AMEI! Não achei a trama previsível não... achei até bem original e diferente =) Gostei bastante do estilo de Riordan nesse livro e do humor irônico do Tres =)
    Me apaixonei pela história e aguardo que a Record publique os outros livros protagonizados pelo detetive!

    ResponderExcluir
  3. Oi Hérida!!
    Ainda não li nada dr Riordan, sei é uma lástima, mas adorei essa resenha. O livro parece ser daqueles em que damos boas risadas ao mesmo tempo em que ficamos apreensivos.
    Acho que está mais que na hora de colocar um livro desse autor na linha lista.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Hérida, adorei a resenha, ela só me deixou com mais vontade de ler esse livro.
    estava doida para ler resenha dele e saber se é bom mesmo.

    Vou ter que comprar, pois TRES já me conquistou. ^^

    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Pronto... mais um q fiquei louca para ler... haja tempo e dinheiro...

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ei Hérida,

    Eu já queria pq sou fã do autor e adorei a resenha, adoro livros policiais que o cara é assim tirado e ta nem ai rsrs

    bjoo

    ResponderExcluir
  7. Ei!
    Adoro o Rick, e este é mais um dos livros que se somam a minha pilha de desejados.
    Este livro é daqueles que dá para rir em público? ADORO!!! kkk
    Vai para as próximas compras.
    Bjins

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tenho que dizer que só ler o trechinho do livro lá em cima já senti interesse. Então quando terminei de ler tudo fiquei fissurada pelo livro. Realmente parece ser uma leitura bem descontraída e intrigante. :D

    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  9. Hum... não sei se faz muito meu estilo não, porém a resenha está perfeita. :D Beijos. :*

    ResponderExcluir
  10. Oi Hérida! Desculpe a ausência, espero voltar a comentar normalmente.
    Já tinha lido a sinopse desse livro, mas nenhuma resenha. To com muito vontade de ler ele, gosto muito de livro policial, e ainda mais com um toque de humor que é meu segundo estilo preferido.
    Já entrou na lista.
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. HUMMMM... Rick Riordan, heim??? Que diferente!
    Esse autor chamou muito a minha atenção no último ano por causa de sua série de Percy Jackson e os Olimpianos.. alías, ele gosta do nome Jackson, pelo visto! hehehehe
    Eu gosto de livros com personagens sarcásticos, com um humor mais destilado, mas sinceramente não sei se gostaria desse =(
    A capa é linda, né? (LINDA??? heheheh) Quer dizer, tem tudo em comum com o clima da trama que dá pra perceber pela resenha, que, como sempre, está muito bem feita! Bjusssssssss

    ResponderExcluir
  12. Apesar de adorar os livros de Rick Riordan, não estava nem um pouco com vontade de ler esse. =X
    Não sei, mas não me atraiu...sem contar que essa capa não ficou muito legal...pode ser que tenha a ver com a história, mas não convida o leitor nem um pouco. =P
    Ok, li a resenha e meu "preconceito" diminuiu um pouco. haha
    No fim eu sei que vou acabar pegando, então...=P

    ResponderExcluir
  13. Oi Hérida,
    Estou na metade desse livro e tô adorando!! O Tres é uma figura e com certeza o gato é uma versão felina dele!! rs...
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  14. Estou bastante curiosa para ler esse livro, vou colocar na listinha de compras...
    Até agora eu estava um pouco desconfiada, não levava muita fé num livro policial do Riordan, mas na sua resenha pareceu interessante.

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  15. Oi, Hérida

    Tbm quero muito ler este livro.
    Pra mim, Ricky Riordan é genial, um autor realmente completo!
    Vi este livro na livraria e a capa me encantou tbm (apesar do esqueleto...rs)

    @thaorteg

    ResponderExcluir
  16. Ta ai um livro que eu não tinha me simpatizado de imediato... acho que por ser algo diferente do autor, ou a capa q achei esquisita... mas com tantas resenhas positivas estou vendo q tenho ler. A história realmente parece engraçada e muito boa!

    Agora quero ler! uhuahauah

    bjuss

    ResponderExcluir
  17. Oi Hérida, parece que Riordan sempre dá um show aquilo que se propõe. O livro é muito diferente daquele mundo de magia que ele criou em Percy e agora nas cronicas de Kane.

    Acho que vale mesmo muito a pena conferir.
    xero.

    ResponderExcluir
  18. Falta-me dinheiro suficiente para comprar tantos livros. Preciso de um patrocinador. Alguém que me pague para ler os livros. Porque as pessoas gastam milhões e milhões em propagandas, colocando banners naqueles carrinhos que ficam girando em círculo numa pista, mas são incapazes de financiar alguns livros para pessoas necessitadas? Além do que, se for esperar para esse livro sair numa biblioteca brasileira, eu poderei lê-lo para os meus filhos, ou quem sabe meus netos. Triste fim.

    ResponderExcluir
  19. Uau!! Queroqueroquero! Adoro O Riordan, acho que é o novo grande escritor!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. aaaaaaaaaaa quero mt mt mt ler *-*

    ResponderExcluir
  21. Terminei de ler hoje mesmo.
    Achei muito bom, e concordo com sua resenha: a personalidade de Tres é o que segura o livro na nossa mão e as melhores cenas são com Robert Johnson.

    Não cheguei a achar a trama previsível (não tinha idéia de quem era o vilão), mas certamente é cheia de clichês à lá NOIR - detetive de quem ninguém gosta, solitário, cheio de problemas, sarcástico/ambiente decadente/mulheres fatais ou que revelam segundas intenções/etc etc.

    Adorei sua a resenha!!
    Assim que tiver pique escrevo a minha também...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Eu li a série Percy Jackson e o Heroi Perdido, é realmente um autor muito bom de se ler.

    Agora estou buscando outros livros dele para continuar minha leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL