target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 6 de abril de 2011

“EU SOU O NÚMERO QUATRO” (Pittacus Lore)

Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Conseguimos fazer coisas que vocês apenas sonham fazer. Temos poderes que vocês apenas sonham ter…
Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar…
O número um foi morto na Malásia.
O número dois foi assassinado na Inglaterra.
O número três foi perseguido e capturado no Quênia.
Antes de ir atrás dos outros, eles virão atrás de mim…
Eu sou o número quatro.

Primeiro livro da série Os Legados de Lorien escrita pelos autores Jobie Hughes e James Frey sob o pseudônimo de Pittacus Lore. Uma história de fuga, onde o desejo de fincar raízes e viver relações totalmente humanas e frágeis superam a necessidade de sobrevivência.
~~~*~~~
Eles chegaram à Terra há dez anos, vindos de um planeta chamado Lorien. Este, era próspero e seu povo conhecia o valor e a importância de se preservar os recursos naturais. 
Em Lorien havia dois tipos de cidadãos: Os Gardes, que possuíam Legados - poderes naturais - e os Cêpans, ou Guardiões - que eram pessoas comuns, responsáveis por ensinar e treinar os novos Gardes. Todo Garde era designado a um Cêpan quando pequeno. Cêpan e Garde - um grupo para administrar o planeta e outro para defendê-lo. 

Mas os lorienos eram pacíficos e se descuidaram… sua guarda relaxou. Os mogadorianos aproveitaram esse momento de distração para atacar. Durante a invasão, certos de sua derrota, os lorienos reuniram algumas crianças Gardes e seus Cêpans e as enviaram para a Terra. 
Eles partiram ainda pequenos, quase jovens demais para lembrar. Levaram um ano para chegar aqui.
No começo eram nove. A ideia era de assimilarem a cultura da Terra para retornar a Lorien, quando fosse novamente possível. Os nove devem viver separados, nenhum deles sabe onde os outros estão ou que aparência têm agora. É assim que são protegidos….com um encantamento, um feitiço que garante que só podem ser mortos na ordem de seus números, desde que se mantenham separados. Se ficarem juntos o feitiço é quebrado.
Quando um deles é morto, uma cicatriz circular surge no tornozelo dos que ainda sobrevivem. Um sistema de alerta, que indica onde estão em relação uns aos outros e quando serão o próximo da lista.
Três já se foram, morreram.
Agora restam seis.
Ele é o número quatro.
E sabe que será o próximo.

John - o número quatro - e seu Cêpan Henri, estavam mais uma vez em rota de fuga. O destino escolhido…Paradise, Ohio. John estava cansado de fugir, mas agora o peso era ainda maior, pois ele era o próximo a ser caçado e morto.
Ele sabia que não deveria se expor ou se envolver com os humanos da cidade, pois a qualquer momento poderiam ter que partir novamente. Mas o destino e a impetuosidade de adolescente mudariam seus planos.
Pela primeira vez John fez amigos e conquistou o coração da garota mais linda que  já vira.
Foi nesse momento cheio de novos sentimentos e possibilidades que John desenvolveu seu primeiro Legado. Agora ele precisaria, junto com Henri, fortalecer, aperfeiçoar e aprender a dominar seus poderes; pois só assim ele seria capaz de enfrentar seus inimigos, os mogadorianos.
Henri sentia que o inimigo estava cada vez mais perto, mais determinados a encontrar o próximo da lista. As bestas de Mogadore sabem que os Gardes estão prestes a desenvolverem seus Legados, e quanto mais demorarem para encontrá-los, mais difícil será para destruí-los.
O hora da sentença está chegando, e John decidiu que o tempo de fugir passou. Agora, chegou o tempo lutar.
~~~*~~~
“Eu sou o número quatro” foi uma agradável surpresa! Não é um livro que provoque reflexões ou que transmita mensagens profundas, mas o leitor não sai da leitura sem nada para pensar. “Eu sou o número quatro” conseguiu me manter, enquanto duraram suas páginas, longe de tudo e de todos. Minha imaginação rolou solta, sem limites ou impedimentos. Foi ótimo!

John, o número quatro, ora aparenta estar resignado com seu destino, ora deseja lutar e parar de fugir. Percebemos esse conflito durante todo o livro, ele sabe porque foi enviado a terra… qual sua função, e ao mesmo tempo quer fugir dessa responsabilidade.

Mas o personagem que mais me cativou foi Harry, o Cêpan de John. Sua dedicação, amor e determinação em manter John fora de perigo é emocionante. Ele é pai, amigo e companheiro em todas as horas, mesmo durante as crises de rebeldia do “número quatro”, ele se mostrou compreensivo.
Sam, o primeiro e único amigo de John, também foi um personagem que caiu em minhas graças. Um aficionado por extraterrestres, Ufos e teorias da conspiração que, mesmo sendo mirrado, se mostra valente e fiel a seu amigo. Não posso deixar de falar de Bernie Kosar, um cachorro esperto e cheio de surpresas que acompanha John onde quer que ele vá.

Só tenho uma única dúvida…O quão poderosos eles são? Somos apresentados a uma civilização mais evoluída, pacífica, que não utilizam armas e se defendem com seus poderes…legados. Mas os lorienos entregam o destino de sua espécie nas mãos de nove crianças que possuem apenas magia, encantamentos e seus legados para lutar contra o inimigo. Se uma civilização toda, lutando com seus poderes, não conseguiram se salvar. Por que nove adolescentes o conseguirão? Mas essa é uma pergunta que só Pittacus Lore poderá nos responder.

Se você ainda não se convenceu…Leia, que é diversão na certa!

Lore, Pittacus. Eu Sou o Número Quatro. Intrínseca, 2011.352 p. (Os Legados de Lorien, Vol. 1)

24 comentários:

  1. Adorei a resenha!!!! Esse livro parece mesmo incrível!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei :-)
    Fazia muito tempo que um livro de ficção não me prendia assim.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Ei Hérida!
    Eu ainda estou meio dividida. Cada hora leio uma opinião diferente sobre este livro e fico confusa...kkk
    Esse cachorro Bernie Kosar tá dando o que falar, viu?!
    Eu acho que eu vou ter que ler para tirar a prova. Vou esperar um descontos progressivos+promoção =DD
    Bjins!

    ResponderExcluir
  4. Hérida quero muito muito ler esse livro!!! Mas ainda naum o tenho...


    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. eu Hérida. ^^
    eu também achei esse livro bem legal.
    Gostei bastante do Bernie Kosar.
    estou ansiosa pelo próximo livro, quero conhecer mais sobre os poderes desses jovens. ^^

    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu li e realmente foi uma boa diversão. Quero ver o filme e ler a sequência "The Power of Six". Wow!

    bjokas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Hérida.

    Também tive uma surpresa agradável no decorrer da leitura! Um livro bem diferente dos que estamos acostumados a ler. Foi ótimo, porque deu p/ variar um pouco e, além disso, diverti-me demais.

    Alguns pontos, lembraram-me do Clark Kent em Smallville.

    Ainda não tive tempo de postar a resenha, mas já está programada.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ouvi maravilhas dessse livro
    E apesar de ser um livro de Et me chamou bastante atenção
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Estou curiosa para ler, antes de assistir ao filme, que é outra paixão minha.
    Abraços
    Renata
    www.tecergirassois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Hérida!
    Não li esse livro, mas está entre meus desejados... Achei a temática superinteressante, e gostaria deler pra conhecer um pouco mais, `a princípio, pensar em criança, de outro planeta prestes a ser destruido,mandada pra Terra lembra demais Superman, não é?? hehe
    Amodorei a resenha, ótima como sempre. Sber que vai ter sequência é um incentivo a mais pra adquirir esse livro também!
    ... Se bem que... Como eles podem ir atráz do numero seis, não deve ter uma ordem certa para matar? Será Spoiler saber que tem sequencia, e do 4 pula pro 6???? hehehe

    ResponderExcluir
  11. O enredo é bastante diferente dos que vemos por aqui não é?
    Com certeza está na listinha!rsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Eu adorei Eu sou o número quatro. Só achei o romance do John e da Sarah meio sem graça... Mas vale muito a pena ler! ótima resenha!

    ResponderExcluir
  13. Amei a resenha, reforçou o desejo que tenho de ler! XD

    ResponderExcluir
  14. Sem dúvida tem tudo para ser uma excelente história, estou muito curiosa para ler. bjs, Rose;D

    ResponderExcluir
  15. Oi Hérida!!!
    Eu já tinha amado a sinopse desse livro, mas sua resenha, como sempre, ficou show.
    Quero ler com certeza.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Verdade...o Harry é um dos melhores personagens da saga, gostaria de saber mais dele =/
    Vamos ver o que o livro 2 nos apresenta... =)

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha!
    Era o livro mais aguardado por mim esse ano.
    Mas depois que comecei a ler as resenhas, desanimei um pouco quando vi um pessoal detonando o livro. haha
    Mas agora a vontade tá voltando, devo começar essa semana. =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Hérida,
    Fiquei super animada com esse livro. Como você disse, não é nada profundo, mas com certeza proporciona boas horas de lazer!! rs...
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  19. adoorei a resenha
    ja li esse livro, AMEEEEEEEEEEEEEI
    quero mt mt mt ler o proximo *-*
    ja assisti o filme, é ootimo
    bjokas

    ResponderExcluir
  20. Olha, eu já estava convencida antes mas, se é que dá, fiquei mais ainda! hehe ^^

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  21. Ei Hérida,

    Ah eu também adorei o livro, tbm fiquei presa sem conseguir parar de ler, adoro livros assim.

    P.S: To sumida pq tava doente, voltei hoje, tava de atestado. Depois me fala se vai querer o pincel, a mila vai pedir o meu.

    bjo

    ResponderExcluir
  22. Hérida, concordo em gênero número e grau com vc!!!
    Tb li o livro e resenhei positivamente no Skoob. Esse livro não tem a "profundidade" psicológica q muitos reclamaram, pq não tem personagens "profundos" e chatos. Mas tem uma leveza na leitura, nos envolve , ri e me emocionei tb.
    Adorei a resenha, fez jus ao livro :)
    Bjsss!!!

    ResponderExcluir
  23. alguem sabe quando o livro 2 sera lançado e como vai se chamar?

    ResponderExcluir
  24. O que mais me chamou atenção nesse livro foi a capa, a luz saindo da mao do homem, me atraiu bastante. Relutei muito pra comprar o livro pois achei muito cara, porem acabei nao resisitindo e a vontade de le-lo foi muito grande. Amei esse livro e estou ansiosa pelo 2°.
    Pode comprar eu recomendo

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL