target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 16 de maio de 2011

“O BEIJO DA MEIA-NOITE” (Lara Adrian)

O aroma dela o envolveu, doce e sedutor, o que lhe causou dores nos dentes.
Jasmim, pensou ele, alargando os lábios num sorriso irônico de compreensão. Uma flor exótica que abre suas fragrantes pétalas apenas sob a influência da noite.
Abra-se para mim agora, Gabrielle.
Mas decidiu que não a seduziria, não desse jeito. Queria apenas prová-la esta noite, o suficiente para satisfazer sua curiosidade. Era tudo que se permitiria.
Seu próprio desejo teria de esperar.

O Beijo da Meia-Noite é o primeiro livro da série Midnight Breed escrita pela autora Lara Adrian. Um livro repleto sensualidade, romantismo e ação, que nos apresenta uma visão bem peculiar do universo dos vampiros.
~~~*~~~
Sua vida profissional estava no auge, e a exposição de suas fotos havia sido um sucesso. Mas Gabrielle Maxwell não estava feliz, se sentia desconectada desse mundo como se fosse uma estranha em sua própria casa. Os amigos estão preocupados com seu estado de espírito e querem levá-la para se distrair, Talvez, um pouco de diversão afaste essa sombra que paira sobre ela.
Mas não…ao chegar à casa noturna, Gabrielle percebe que não queria estar ali, existia algo de sombrio e malévolo naquele lugar.

Ao longe, um homem a observa, com seu sorriso que beira o sarcasmo e o desdém. Ela não consegue ficar indiferente a ele, atraída por sua presença, Gabrielle o procura em meio a multidão de corpos dançantes e suados. Mas é tarde, ele já se foi.

Inquieta e com uma angústia inexplicável, Gabrielle decide deixar seus amigos e ir para casa. Mas ao sair da casa noturna, em um beco, ela presencia e registra algo terrível. Um assassinato, um homem sendo destroçado vivo. Perturbada com o que viu, Gabrielle procura por respostas, mas negando-se a acreditar no óbvio.

Lucan Thorne a observava no beco, uma testemunha para a imprudência daqueles Renegados não era nada bom. Guerreiro da Raça e líder da Ordem, ele despreza a sede de sangue e violência a que seus irmãos se entregaram. Para proteger outros vampiros e os humanos, os que se renderam à sede de sangue devem ser eliminados. Impiedoso e totalmente voltado à sua causa, Lucan decide que precisa descobrir o que aquela humana entendeu e sabe sobre a violência que testemunhou.
Mas ao encontrá-la ele percebe que não resistiria por muito tempo ao seu perfume de jasmim. Lucan não precisava de mais problemas, já travava uma batalha incessante contra sua própria natureza. Além de caçar seus irmãos de raça renegados, agora, tinha que combater o desejo irascível que sentia pela humana.

Porém, Lucan não foi o único que percebeu a presença de Gabrielle. Ela se tornou alvo de seus inimigos e a única forma de protegê-la é mantendo-a junto de si.
Juntos, eles serão forçados a enfrentar seus piores demônios, a revelar segredos sombrios e a superar seus medos mais íntimos.
~~~*~~~
O Beijo da Meia-Noite é um livro que nos traz à lembrança outra série sobrenatural e sensual, mas que possui características próprias e marcantes. É claro que às vezes é impossível não fazer comparações, mas tento não fazer disso um parâmetro de julgamento.

Confesso que no início achei diferente e, até um pouco bizarra, a origem da raça de vampiros apresentada por Lara Adrian, mas com toda certeza é inovadora.
Adorei a descrição da Raça, onde esses vampiros sofrem com o impulso de consumir sangue descontroladamente, transformando-se em Renegados. Matam e bebem de suas vítimas indiscriminadamente, comandados por um desejo irreprimível.

A luta travada para vencer esse instinto é o que torna Lucan um vampiro duro, rude, focado em seu dever como guerreiro e que não permite se distrair. Conhecedor dessa necessidade cada vez maior de sangue, ele se priva de alimento até quase não suportar mais. Essa batalha interna de Lucan nos dá uma perspectiva diferente e mais íntima do vampiro.

Os protagonistas são bem descritos e a autora contrabalançou o romance e a ação sem torná-la maçante. Os momentos de romance são hots e excitantes, e as cenas entre a ordem dos vampiros e os renegados são ágeis e instigantes.

Lucan é sedutor por natureza, forte e determinado em dizimar os Renegados. Ao encontrar Gabrielle, toda sua força e autocontrole são abalados. Quando ele dá vazão aos seus desejos carnais, esse vampiro se mostra, ao mesmo tempo, selvagem e carinhoso.
Porém, achei Lucan muito introspectivo e turrão. Ele nega com muito fervor seus sentimentos, e acabou se tornando um pouco frio aos meus olhos. Não sei bem, mas acho que faltou paixão e decisão por parte de Lucan, ele ficou em cima do muro por muito tempo. Por outro lado, Tegan, um vampiro ameaçador, solitário e obscuro… é o mais interessante. Tenho certeza de que ele será o meu personagem preferido, já estou apaixonada. rsrs

Gabrielle tem um passado sombrio e cheio de mistérios, que nem mesmo ela conhece todos os detalhes. Ela é uma artista plástica, que possui uma percepção visual fora do comum, vê e registra imagens que nenhum humano normal perceberia. Mas esse dom tem uma origem, ela não sabe, mas está destinada a ser uma Companheira de Raça. Geneticamente projetadas para dar continuidade à Raça, somente elas, podem gerar filhos e propagar a espécie. Muito legal essa característica também, pois entre os vampiros não há fêmeas…nunca nascem meninas. Dessa forma, as companheiras de raça são muito desejadas e protegidas.

Bem…por mais que haja semelhanças, as diferenças são marcantes e fazem de O Beijo da Meia-Noite uma história única.

Adrian, Lara.  O Beijo da Meia-Noite. Universo dos Livros, 2011. 400 p. (Midnight Breed, Vol. 1)

20 comentários:

  1. Eu gostei do livro, mas não achei essa coca-cola toda... muito difícil não comparar com IAN... até a nossa imediata apaixonite pelo Tegan, me lembrou o que eu senti pelo Zsadist...
    Espero que nos próximos as diferenças se acentuem...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  2. Estou ansiosa para ler o livro do Tegan, espero que supere as minhas expectativas.

    Adorei o resenha, mas não tem como não comparar com IAN

    ResponderExcluir
  3. ei Hérida, tenho vontade de ler esse livro, mas não é a minha prioridade.
    Bem, gostei muito da resenha, deu para conhecer mais sobre o livro, fiquei com gostinho de quero mais. kkk.
    Estou doida que lancem logo é os Carpátos, hauhaua.

    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser bem interessante, mesmo que seja sobre vampiros (não estou cansada ainda, mas que o tema está batido é inegável) =D

    ResponderExcluir
  5. Provavelmente vou gostar desse livro, pois é bem o meu estilo!

    ResponderExcluir
  6. Ei Hérida,

    Ah eu vou comprar, apesar que não achei q vc se empolgou tantoooo com o livro, mas gostei da história e a capa é linda.

    bj

    ResponderExcluir
  7. Oi Hérida!!!
    Com tantos livros sobre vampiros é quase impossível não encontrar semelhanças. Porém adoro quando os autores conseguem imaginar novos prismas para um assunto tão batido.
    Confesso que sou apaixonada pelo tema. Os vampiros são homens poderosos, proibidos e normalmente lindos, o que torna dificil não deseja-los.
    Adorei a resenha e já anotei a dica.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!Estou amando esse blog,parabéns pelo rico conteúdo!Bjs

    ResponderExcluir
  9. Tenho vontade de ler mas naum é prioridade...

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Ei Hérida!
    Joia?
    Mais um tipo de vampiro??? Deste jeito eu fico doida...
    Ai G-zuis...quero conhecer o Tegan (rs)
    Bjins querida!

    ResponderExcluir
  11. Oi Hérida, apesar de você falar bem no final que esse é um livro com uma história única, não senti vontade de mergulhar em mais uma história de vampiros. São tantas, com algumas diferenças e muitas semelhanças. Não sei... acho que não vou me arriscar em mais esse sobrenatural não.
    Sua resenha ficou muito legal.

    Bjs.
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  12. Agora fiquei foi curiosa por saber a origem dos vampiros na visão da autora... Sua resenha é tão instingante... parabéns!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da sua resenha! Com certeza os que estavam em dúvida, agora irão comprar!, eu quero muito ler este livro, eu já encomendei, mas ainda não chegou! gostei muito da capa, e logo logo vou encomendar O beijo escarlate! :) obrigada!

    bjus

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, me deu muito mais munição para alimentar minha vontade de ler! HUHSUAHSUASHUASUAS Mal posso esperar para ler e me inserir em outro mundo de vampiros!

    xx

    Only The Strong Survive

    ResponderExcluir
  15. O jeito desse vampiro me lembrou um pouco de alguns das raças de Vampire Knight, mas aos poucos eles ficam loucos e perigosos....
    Legal, meio louco tbm..... mas fiquei bem curiosa para ler! XD

    ResponderExcluir
  16. O livro já ganha pela capa e pelo título. Bjs, Rose:D

    ResponderExcluir
  17. Apesar de já esta enjoada de çovrps de vampiros
    Esse me chamou atenção
    Me pareceu ser muito bom
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Hérida,
    Hoje eu tomei a decisão de não ler a sua resenha!! Isso porque, toda vez que venho aqui, acabo sendo obrigada a comprar um livro novo!! hehehehe Então, como a fila tá grande demais, resolvi nem saber se esse livro é bom!! hahaha
    Beijos
    Camila - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  19. Oi, Hérida!
    Estou doida para ler esse livro...
    Sim, comparei com Irmandade, mas MAIS ainda com Caárpatos da Christine Feehan: as expressões " companheira de raça", " Humanas especiais" escolhidas para procriar a raça, vampiro louco por sangue... e eles sendo caçadores, lembra demais o enredo de Os Cárpatos". Sem falar na parte do romance hot adulto.. aim! Eu quero!
    Amei a resenha... bjusssssssss

    ResponderExcluir
  20. Adorei essa capa. Tô pensando em começar a ler romances, só por causa dessas capas bonitas e bem feitas.
    Gostei da resenha também.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL