target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

“SOMBRA” (Elena P. Melodia)

A todos vocês que fazem da razão uma religião, que dividem os sentimentos em pequenas porções de sobrevivência e pensam que estão seguindo o caminho que escolheram, a todos vocês que dizem que conhecer o futuro influencia as escolhas do presente, que esquecer o passado liberta, quero contar como continua minha história. Quero mostrar que o destino, desprezando qualquer ilusão, arrasta nossas vidas na direção que ele mesmo estabeleceu. E o máximo que nós, almas rebeldes, ansiosas para escapar de sua teia, podemos fazer é tentar mudar seu curso... Mas, para mim, esse momento ainda não chegou. Sou uma alma rebelde.

Com uma atmosfera lúgubre que envolve o leitor em um clima de apreensão, Elena P. Melodia nos apresenta uma trama diferente dos romances sobrenaturais YA que estamos habituados a ler. A autora escreve para o publico jovem e, no entanto, sua linguagem escrita é amadurecida e muito elegante. Qualquer adulto interessado no tema se envolve facilmente com o enredo dos livros. Conheça Sombra, segundo volume da série Escuridão. Um romance sobrenatural repleto de enigmas e revelações inquietantes.
~~~*~~~
(pode conter spoiler para quem não leu o primeiro livro)
 

Após o acidente que mudou sua vida, Alma se vê em um mundo de pesadelo e insegurança. Ela não sabe quando seus sonhos se transformarão em contos de morte, reflexos macabros em seu caderno roxo. Ainda não entende porque é perseguida por estranhas criaturas e, a única pessoa que poderia lhe dar algumas respostas e conforto, desapareceu. Morgan – o belo rapaz de olhos cor de violeta – e que se tornou mais que um amigo, sumiu sem dar explicações. Deixou apenas a promessa de que um dia voltaria.
Alma está sozinha e cheia de dúvidas, mas ela sente que faz parte de algo sombrio e maligno.

Durante uma excursão ao Museu de Arte Contemporânea, Alma se depara com uma imagem perturbadora. O retrato de uma moça, mas não era uma menina qualquer… Era alguém idêntica a ela. Parecia algo impossível e Alma não conseguia imaginar uma explicação para tal semelhança. Ela é invadida por uma sensação terrível. Apreensiva, Alma decide investigar e descobre que está estranhamente ligada à garota da foto.

Como se isso não bastasse, suas premonições se tornam cada vez mais assustadoras. Os contos escritos no caderno roxo são malignos demais. Alma não vê outra saída, a não ser lutar sozinha, está disposta a se arriscar para impedir que suas premonições se concretizem.

Porém, quando Alma menos esperava, Morgan retorna. Agora, ele veio para trazer um pouco de luz à suas dúvidas. Mas será que Alma está preparada para conhecer a verdade?
A verdade muda tudo, e quando Alma descobrir sua real natureza não poderá mais fugir.
~~~*~~~
Sombra, veio para sanar as dúvidas que deixaram os leitores ansiosos no primeiro volume da série. Elena P. Melodia conseguiu aparar muitas das arestas deixadas em Escuridão, mas sem esgotar o suspense da trama. As explicações criadas pela autora são muito interessantes e se encaixam dentro do contexto do enredo. Achei diferente, e foi justamente essa originalidade que que me fez gostar ainda mais da série.

A narrativa da autora continua com um toque requintado e com personagens bem construídos, mas sem se alongar demais em detalhes desnecessários. Em Sombra as premonições de Alma deixam de ser o foco do enredo e o que prevalece são suas descobertas sobre os mistérios que a envolvem.

No primeiro livro, Alma é pedante e sua personalidade não agradou alguns leitores. Porém, há uma razão para ela ter sido descrita dessa maneira, seu jeito de ser é algo que foge de seu controle. Em Sombra conhecemos sua real natureza e passamos a entender o porquê de Alma ser do jeito que é. A evolução da personagem é patente…ela percorre um caminho de autoconhecimento quando os fenômenos a respeito da sua própria existência lhe são revelados.

Em Escuridão Morgan foi um personagem cheio de mistérios e segredos, mas em Sombra ele é o detentor das respostas. É ele quem revela todos os mistérios que envolvem a existência de Alma. Não consegui me ligar a Morgan, ele é muito frio e distante. Eu sei que suas atitudes são motivadas por sua natureza e, mesmo assim, não consegui achá-lo interessante. Em compensação, Adam -  que foi uma espécie de vilão em Escuridão – me conquistou. Adam é meigo, atencioso e, mesmo não sabendo quais são suas reais intenções, fui fisgada por ele.

Agora... o desfecho é enervante! O livro termina justamente em uma cena de tirar o fôlego e a curiosidade me consome.
Se você está cansado de vampiros, anjos & Cia...Leia a série Escuridão. Vale a pena, principalmente pela originalidade e desenvolvimento mais aprimorado.

Melodia, Elena P. Sombra. Suma de Letras, 2011. 340 pg. (série My Land, Vol. 2)  

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL