target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

“O ATLAS ESMERALDA” (John Stephens)

Agora, a primeira coisa que vocês precisam saber é que o mundo mágico costumava ser entrelaçado com o nosso. Assim. – Abraham juntou os dedos nodosos. — Foi desse jeito por milhares de anos. Até que as pessoas, quero dizer as pessoas normais, começaram a se espalhar e a se multiplicar, construindo aldeias e cidades. Finalmente, os tipos mágicos perceberam que não era possível deter a humanidade. Aí começaram a marcar território e a torná-los invisíveis para os olhos humanos e impossíveis de se entrar, a não ser que se soubesse o caminho. Pedaços inteiros simplesmente sumiram do mapa… Então, no último dia de dezembro de 1899, o que sobrava do mundo mágico desapareceu. Puft!
Pág. 65
~~~*~~~
Kate, Michael e Emma eram crianças felizes e viviam com seus pais em uma casa repleta de amor. Mas há dez anos, em uma véspera de natal, este maravilhoso mundo…ruiu. Naquela fatídica noite de inverno, as crianças foram arrancadas de tudo que conheciam e amavam. Forma levadas por um estranho.
Kate, sendo a mais velha dos três irmãos, se lembrava apenas de fragmentos. Ela havia prometido à mãe cuidar de seus irmãos, se lembrava também das lágrimas e da promessa de se encontrarem novamente. Kate guardava essa esperança viva em seu coração…que um dia seus pais retornariam para buscá-los.

Enquanto esse sonho não se realiza, eles vivem indo de orfanato a orfanato, sem jamais conseguirem um lar adotivo fixo. Agora, eles estão no Lar Edgar Allan Poe para Órfãos Incorrigíveis e Desamparados, e terão uma última chance de serem adotados. Caso sejam recusados…só Deus sabe para onde serão mandados. 

Mas o pior aconteceu. Mais uma vez a impetuosidade de Emma e Michael os colocou em problemas. Não foram aceitos e a transferência para um novo lar era apenas questão de tempo.
Não tardou para as três crianças serem transferidas. Foram enviadas à Cambridge Falls – uma cidade desconhecida – onde não existiam crianças e nada era o que parecia ser. Viveriam em uma mansão transformada em orfanato e administrada pelo misterioso Dr. Stanislau Pym.

Um dia – ao explorarem a mansão – Kate, Michael e Emma encontraram um laboratório ou uma espécie de gabinete oculto no subterrâneo. Havia livros e papéis em toda parte, armários entulhados com frascos e instrumentos metálicos. Mas foi o livro sobre uma escrivaninha que lhes chamou atenção… Tinha uma encadernação em couro verde e as páginas estavam em branco.

O misterioso livro estava enfeitiçado e tinha o poder de transportá-los no tempo e no espaço. Kate, Michael e Emma foram levados a uma terra desconhecida repleta de perigos e magia. Juntos, eles conheceriam um mundo oculto, desvendariam segredos do passado e descobririam que são parte de uma antiga profecia. Agora, a vida de muitos e o futuro da humanidade estavam em suas mãos.
~~~*~~~
“O Atlas Esmeralda” é o primeiro volume da série Os livros do Princípio escrita pelo autor John Stephens. Uma história onde um mundo paralelo repleto de magia e perigos está oculto aos olhos de simples mortais. Minha imaginação sempre voa longe com tal premissa...

“O Atlas Esmeralda” é um romance juvenil, com uma linguagem escrita simples e envolvente. O autor não se preocupa em inovar, nos apresenta uma trama que evoca elementos familiares ao leitor e que já foram vistos em outras histórias. Crianças que descobrem um mundo mágico, que fazem parte de uma profecia antiga, criaturas míticas como elfos, anões, demônios e feiticeiros…são velhos representantes do universo fantástico e que também estão presentes nesse livro.
Porém, é justamente esta despretensão e simplicidade que torna a história tão cativante, pois não precisamos de grandes exercícios de imaginação para entrarmos no mundo de John Stephens. E, não podemos esquecer, que isso é fundamental para os jovens leitores. É claro que, como uma leitora adulta, o enredo de O Atlas Esmeralda não me surpreendeu. Mas a história de Kate, Michael e Emma me proporcionou maravilhosos momentos de diversão. Sou uma eterna criança apaixonada por fantasia. Não tenho conserto…

Durante a leitura percebemos que cada volume da série será voltado à procura de um dos livros do princípio e que as crianças, uma de cada vez, serão as protagonistas das histórias. Esse é o livro de Kate, onde a história do Atlas Esmeralda está diretamente ligada a ela. Os personagens são bem descritos e as crianças possuem personalidades únicas. Kate é a mais velha e carrega o peso da responsabilidade pelo bem-estar dos irmãos. Ela é madura, pois foi forçada a crescer prematuramente. Michael é um nerd e conhece tudo sobre a história, costumes e habitat dos Anões. Agora, Emma é uma figura! Ela é espontânea, impulsiva, adora uma boa briga e não tem papa na língua. Adorei essa menina teimosa.

Também temos outros personagens memoráveis. Gabriel, um guerreiro valoroso e nobre, que conquistou o inocente coração de Emma. É impossível não se apaixonar por ele. Não posso deixar de citar a Condessa, uma bruxa má digna de entrar para o hall das vilãs mais demoníacas da história. rsrs

“O Atlas Esmeralda” é um livro que conquistará jovens e adultos com suas páginas repletas de magia, ação e aventura.

Stephens, John. O Atlas Esmeralda. Suma de Letras, 2011. 295p. (Os Livros do Princípio, Vol. 1)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL