target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

“SOB A LUZ DA LUA” (Andrea Cremer)

Quando Ren me tocava, era como se eu fosse arrebatada por um tornado de emoções, que deixavam meu corpo com uma sensação de descontrole total. O carinho suave de Shay era diferente e, de alguma maneira, viciante. O toque demorado de seus dedos na minha boca parecia acender uma chama que queimava lentamente, cujo calor se espalhava pela minha face, pelo meu pescoço e, finalmente, consumia cada centímetro da minha pele tão intensamente que eu acreditava ser impossível apagá-la.
Pág. 247
~~~*~~~
Em todo o mundo existem locais sagrados que precisam ser protegidos e mantidos em segredo. Há muito tempo os Defensores – poderosos feiticeiros – criaram o primeiro Guardião. Parte humano, parte lobo, foram transformados pelas mãos da velha magia. Em troca de lealdade e obediência eterna das feras, os Defensores sustentariam os Guardiões e sua prole. Desde então os Guardiões são guerreiros a serviço dos Defensores.

As montanhas de Vail são protegidas por duas alcateias de Guardiões: Os Nightshade e os Bane. Calla Thor não é apenas uma Guardiã da alcateia Nightshade, ela também é uma fêmea alfa e seu destino fora traçado antes mesmo de seu nascimento. Na noite sagrada do Samhain Calla se unirá a Ren, o macho alfa da alcateia Bane. Ao novo casal pesaria o fardo da formação e comando de uma nova alcateia.

Um dia, enquanto patrulhava a montanha, Calla acabou cometendo um ato de traição. Um garoto que explorava a floresta fora atacado. Apesar dos humanos não significarem nada para os Guardiões, inexplicavelmente, Calla não queria vê-lo morrer. Num ato instintivo, ela salvou a vida do humano e revelou sua real natureza. Ao salvá-lo, Calla violou todas as leis e, essa desobediência, poderia custar sua vida.

Mas Calla ainda tinha esperanças de que o garoto pensasse que tudo não passara de um pesadelo. No entanto, para sua surpresa, Shay era o novo aluno da escola e quando seus olhos se encontraram ela teve a certeza de que ele se lembrava de tudo. 
Shay ficou curioso sobre esse mundo sobrenatural até então desconhecido e, junto com Calla, começa a investigar a verdadeira história dos Defensores e Guardiões. Eles descobrem que a presença de Shay não é uma coincidência, existe algo misterioso e sombrio em torno de sua existência.
Com a proximidade Calla e Shay se apaixonam, mas esse sentimento é proibido para eles. Ela pertence a outro homem, Ren é o macho alfa escolhido para ser seu par. Calla está confusa e dividida entre o desejo avassalador por Ren e os profundos sentimentos por Shay. Se seguir a razão, ela cumprirá o destino que lhe  foi traçado; mas se seguir seu coração, estará rompendo o vinculo com o tudo que conhece e colocando em risco sua própria vida.
~~~*~~~
“Sob A Luz Da Lua” é o primeiro volume da série Nightshade escrita pela autora Andrea Cremer. Não vou negar que pensei que esse livro seria apenas mais romance sobrenatural repleto de elementos clichês. Pois bem…errei feio! O livro tem, sim, características semelhantes e já abordadas em outros romances; porém a história é desenvolvida com uma originalidade surpreendente. 

A narrativa da autora é ágil, com excelentes descrições e os personagens são bem desenvolvidos. Esqueça as heroínas inocentes, delicadas e sem força de caráter. Calla é uma fêmea alfa e certos comportamentos lhe são requeridos. Ela deve ser um exemplo para sua alcateia, deve comandar, exigir obediência e cumprir com suas responsabilidades. Calla nasceu e foi criada para liderar e acredita que seu futuro, decidido pelos Defensores, não pode ser alterado. Mas quando Shay entra em sua vida, um humano livre para fazer suas próprias escolhas, pouco a pouco ela começa a questionar esse modo de vida opressivo e a reavaliar as suas crenças.

Como acontece em muitos romances YA, Calla também se encontra envolvida em um triângulo amoroso. De um lado está Ren, o lobo alfa a quem fora prometida. Ren é sedutor, irascível, tempestuoso e desperta a lascívia. No outro extremo temos Shay, um humano que veio para bagunçar a vida de Calla. Ele é o oposto de Ren. Shay é equilibrado, com um temperamento mais sereno, meigo e sua abordagem é mais carinhosa e romântica... o tipo que come pelas beiradas. Mas eu me derreti mesmo foi por Ren…ele é tão delicia!

Achei muito criativo o desenvolvimento social entre os Guardiões e os Defensores. Existe uma ordem de poder e subordinação bem definida. Porém, o mais interessante, é como os próprios Guardiões enxergam essa relação. Mesmo não tendo livre arbítrio, os Guardiões respondem aos Defensores como se essa conexão fosse algo sagrado.
Através das relações hierárquicas entre as alcateias e os Defensores, Andrea Cremer explora assuntos delicados, como: paixões proibidas, homossexualismo, preconceito, assédio sexual e repressão. Fiquei impressionada com a trama bem tecida de Sob A Luz Da Lua.

A cada página somos seduzidos pelo romance; a história exala sensualidade e fiquei ansiosa com tanta tensão sexual não extravasada. O final é excelente e o gancho para continuação me deixou com os nervos a flor da pele. Não me aguento de desejo…eu preciso logo da sequência!
“Sob A Luz Da Lua” também é repleto mistério, suspense e ação. Um romance YA surpreendente, que só consegui largar depois da última página lida.

Cremer, Andrea. Sob A Luz Da Lua. Galera Record, 2011. 458 p. (Nightshade, Vol. 1)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL