target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 23 de março de 2012

“AMANTE DA FANTASIA” (Sherrilyn Kenyon)

Julian hesitou, sendo inundado por dois mil anos de memórias reprimidas. Viu-se como o respeitado líder que fora. O herói da Macedônia. O homem que fizera legiões inteiras de romanos se renderem assim que reconheceram seu estandarte. E
E então viu no que tinha se transformado. Uma concha vazia. Um animal de estimação cobiçado, à disposição de quem o evocava.
Por dois mil anos, vivera sem emoções, sem pronunciar mais do que algumas palavras. Entrara no modo sobrevivência, e nele se perdera.
Até que Grace o alcançasse e descobrisse seu lado humano...
Pág. 279
~~~*~~~
Dotado de suprema força e coragem, ele era abençoado pelos deuses, temido pelos mortais e desejado por todas as mulheres que o viam. 
Seu nome é Julian da Macedônia, um general espartano que não conhecia leis e não demonstrava clemência.
Tocado por Afrodite, seu vigor superava o de qualquer mortal. Seus desejos eram ardentes e ele nunca poderia ser rejeitado. Com pele e cabelos dourados, era dito que ninguém resistia a seus encantos.
E então da inveja nasceu a maldição. Foi aprisionado nas páginas de um livro e viveria na escuridão. É sua sina buscar eternamente por satisfação, e jamais encontrá-la. Ansiará pelo toque de quem o evocar e, de lua cheia a lua cheia, ele se deitará com ela e lhe proporcionará prazer absoluto até que seja expulso deste mundo. Julian da Macedônia foi condenado a ser um escravo sexual. Foram mais de dois milênios de solidão, tortura e servidão, até que fora novamente evocado…

Grace Alexander é uma terapeuta sexual atormentada por fantasmas do passado. Passou os últimos quatro anos sozinha e celibatária. Mas se dependesse de sua amiga Selena, essa situação não demoraria a mudar.
Selena era uma mulher mística, crente no oculto e na força do destino. Ao encontrar um antigo livro sobre a lenda de um semideus viril fadado a proporcionar prazer, Selena soube que encontrara a solução dos problemas de Grace. Um mês de sexo com um deus grego só poderia fazer bem à amiga.

Grace não tinha a mesma fé no misticismo que Selena, mas na noite de seu vigésimo nono aniversário sua opinião mudaria… Banhada pela luz da lua cheia, Grace abraçou o livro junto ao peito e chamou três vezes por Julian da Macedônia.
Quando Grace encontrou um homem lindo, viril e nu em sua sala, terror e luxuria tomaram conta de seu corpo. Aquele homem ouviu o seu chamado e estava ali para servi-la. Mas ao fitar os olhos azuis celestiais de Julian, Grace só viu tristeza. Ela não poderia usá-lo, tratá-lo como um brinquedo sexual.

Julian percebeu que Grace era diferente. Ela o desejava, mas não permitia que ele a possuísse. Nunca havia sido respeitado e tratado como um homem antes. Pela primeira vez Julian se permitiu ter esperança… esperança de que, talvez, sua solidão não fosse eterna.
~~~*~~~
Amante da Fantasia de Sherrilyn Kenyon, é o primeiro exemplar publicado no Brasil como sendo da saga Dark Hunter. Porém, estranhei o fato de não haver menção no livro sobre os tais Dark Hunters. Pesquisando, descobri que Amante da Fantasia não é exatamente o primeiro livro da série, ele é considerado uma introdução ao universo criado por Kenyon. O início da saga ocorre mesmo no próximo volume.

Iniciei a leitura acreditando que encontraria um romance sensual bem raso, daqueles que valorizam as cenas eróticas em detrimento de um enredo bem tecido. Fui surpreendida ao encontrar uma história cujo passado dos personagens é uma peça importante no desenvolvimento romântico do casal. O livro é  leve e descontraído, mas prioriza o envolvimento emocional e um relacionamento assentado no amor.

Em Amante da Fantasia o leitor não encontrará uma paixão avassaladora desencadeada apenas por um olhar. De início existe a atração física por parte de Grace e o desejo sexual de Julian. Emoções primitivas que não envolvem nenhum sentimento. Porém, é a partir da tensão sexual – reprimida por vários motivos – que Julian e Grace vão se conhecendo melhor e apaixonam-se. A cada página eu me sentia corroída pela ânsia de ver o amor entre Grace e Julian consumado. Talvez, em outra situação, eu achasse a tensão sexual entre o casal sufocante, mas as condições impostas por Sherrilyn Kenyon tornaram convincente a espera pelo momento certo.



[Spoiler]
Confesso que fiquei frustrada com a tão aguardada cena de sexo. Fui paciente, chorei e esperei pela noite de amor perfeita. Mas a cena foi sem graça. Aquela condição de não poder se mexer para não correr o risco de romper a ligação foi um balde de água fria. Entretanto, todo o resto foi lindo.

A narrativa da autora é ágil e muito divertida. Os diálogos carregados de humor são simplesmente deliciosos; e o leitor pode se preparar para cenas muito comoventes. Não poderia deixar de mencionar Selena, a melhor amiga de Grace. Adorei o contraste entre o intelectual e o místico que Kenyon abordou com a personagem. Selena é formada em história antiga, mas se ocupa lendo cartas de Tarô em uma praça. Selena tem uma aura de bicho-grilo culto irresistível. rsrs

Fui conquistada pela escrita de Sherrilyn Kenyon e adorei a forma que a mitologia grega foi abordada. Estou ansiosa pelo lançamento do próximo livro.

Kanyon, Sherrilyn. Amante da Fantasia. Novo Século, 2012. 334 p. (Dark Hunter, Vol. 0)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL