target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 11 de maio de 2012

“O DESPERTAR DA MEIA-NOITE” (Lara Adrian)

Precisava reivindicá-la.
Céus, ela o inflamava. Cada célula de seu corpo estava acesa de calor, de desejo por ela. Não podia ser gentil, não quando cada instinto primitivo nele estava completamente desperto, totalmente excitado. Todos os impulsos da Raça também respondiam; a luxúria lhe afinava as pupilas e estirava as presas. Ele esfregou a pélvis contra as ternas curvas do corpo de Elise… Ela gemeu enquanto se apertavam juntos, e seu coração disparou como um tambor em seus ouvidos.
Pág. 275
~~~*~~~
(Pode conter spoiler do livro anterior)

Tegan é um vampiro letal, rude… feito de gelo. Seu modo irascível o tornou um dos mais temidos membros da Ordem – pequeno grupo de vampiros da Raça que lutam contra seus irmãos que sucumbiram à Sede de Sangue, os Renegados. Por ser um vampiro da Primeira Geração, Tegan luta constantemente contra a sedutora sede de sangue e sexo. Mas alivia a tensão caçando e matando seus inimigos nas ruas de Boston.

Foi em uma dessas caçadas que Tegan reencontrou a mulher que – há poucos meses – sofrera um golpe terrível. Ele acompanhou o desenrolar daquela tragédia. Elise já havia perdido o marido para os Renegados, mas há quatro meses seu filho cedeu à Sede de Sangue e fora assassinado. Tegan não a via desde então, porém de uma coisa ele tinha certeza… Elise não deveria estar ali, perambulando durante a noite.

Elise Chase abandonou a proteção do Refúgio Secreto e está vivendo em meio a decadência humana. Após perder sua família para os Renegados, ela decidiu que não conseguiria mais viver à margem dessa guerra. Ela sabe que sua luta não durará por muito tempo. Sem o sangue de um companheiro, ela enfraquecerá e envelhecerá como uma humana comum. Porém, enquanto tiver forças, fará o que for possível para minar os planos do líder dos Renegados.
Como toda Companheira de Raça, Elise nasceu com um dom ou… uma maldição. Usando sua sensibilidade psíquica, ela rastreia e mata Subordinados – escravos dos vampiros Renegados. Movida pela sede de justiça, Elise se arrisca para pôr as mãos em algo de muito valor para o inimigo. Agora, ela está sendo caçada pelos Renegados. Mas um guerreiro nada compassivo decidiu intervir em sua vingança pessoal...

Tegan conhecia bem o desejo de retaliação que Elise sentia, mas ele não poderia deixar uma mulher frágil à mercê dos Renegados. Em um ato irrefletido, Tegan e Elise, se unem em um aliança profana. Enfrentarão juntos, perigos, desejos e seus próprios fantasmas…
~~~*~~~
“O Despertar da Meia-Noite” é o terceiro livro da série Midnight Breed de Lara Adrian. Esse foi o livro mais aguardado por mim, pois desde o primeiro volume da série ansiei por Tegan.
Tenho um carinho especial pela Irmandade da Adaga Negra, entretanto devo confessar que a trama de Midnight Breed é melhor construída. Aqui, o romance está inserido em um panorama mais abrangente, onde as origens da Raça, as relações sociais e a própria guerra contra os vampiros Renegados, são amplamente desenvolvidos.

Em “O Despertar da Meia-Noite” a evolução do romance se mostra diferente. Elise não é uma humana inocente que desconhece a existência da sociedade vampiresca. Ela já foi companheira e mãe de vampiros da Raça; e conhece muito bem as implicações de viver nesse meio. Assim, não existe o universo desconhecido que as protagonistas anteriores foram obrigadas a enfrentar. Aqui, o problema é outro. Tegan e Elise são indivíduos marcados pela dor e se culpam pela perda que sofreram. O desafio do romance é reaprender a se entregar sem receios de sofrer novamente.

O cenário sofre uma ligeira mudança. Saímos do “mundinho” da Ordem – limitado a Boston e ao Condomínio – e somos levados até Berlim. A mudança de ares foi muito bem-vinda. Outro aspecto interessante é que, “O Despertar da Meia-Noite”, inaugura uma nova fase na luta da Ordem contra os Renegados, a autora mudou o foco de ação e a guerra promete ficar cada vez mais instigante.

A cada livro me apaixono mais por Midnight Breed. Agora só me resta aguardar o próximo livro da série - Midnight Rising – cuja prévia, apresentada pela editora, é sensacional.

Adrian, Lara.  O Despertar da Meia-Noite. Universo dos Livros, 2011. 360 p. (Midnight Breed, Vol. 3)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL