target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

“O RATO DE WANCHAI” (Ian Hamilton)


“As pessoas sempre fazem a coisa certa pela razão errada.”
~~~*~~~
As aparências enganam. Ava Lee é uma jovem de origem chinesa que poderia ser como outra qualquer… se não fosse a natureza de seu trabalho. Ava é uma contadora forense. Ela rastreia e encontra dinheiro em locais onde ladrões os consideram impossíveis de achar.

Mas isso não é tudo, Ava também é responsável pelas cobranças. Ela tem um talento especial para fazer as pessoas falarem e prefere atuar sobre os alvos com uma abordagem branda. Mas nem sempre é tão simples. Uma vez com o dinheiro, os ladrões se esquecem de onde ele veio e fazem de tudo para mantê-lo. Nesses casos, Ava é obrigada a usar de técnicas pouco ortodoxas.

Sua aparência de mulher frágil e delicada, faz com que as pessoas a julguem de forma equivocada. Ava possui uma mente sagaz para os negócios e um corpo ágil para o combate. Além de inteligente, ela domina as artes marciais. Uma garota que sabe se cuidar.

Uma noite, foi acordada por Andrew Tam com uma proposta de trabalho. O Sr. Tam era proprietário de uma empresa especializada no financiamento de ordens de compra e cartas de crédito. Em seu último contrato, uma companhia de exportação de frutos do mar despareceu com o dinheiro do financiamento. O responsável pelo desfalque é Jackson Seto, nascido em Wanshai – China – e esse é um dos destinos de Ava.

No rastro do dinheiro, Ava Lee atravessa continentes, vai de Toronto a Seattle, seguindo para Hong Kong, Bangkok, Guiana e Ilhas Virgens Britânicas. Mas é na Guiana que ela encontra um suposto aliado: o capitão Robbins, um homem poderoso que comanda o submundo do crime na região. Ava não tem escolha, e forjar uma aliança com esse homem é sua única chance de obter sucesso em sua empreitada. Em troca, o capitão Robbins quer uma parcela da fortuna que Ava está empenhada em recuperar e fará o que for preciso para obter sua parte.
~~~*~~~
O Rato de Wanchai: Uma Aventura de Ava Lee é o primeiro volume da série Ava Lee do autor canadense Ian Hamilton. Quem acompanha o blog já deve ter percebido que sou fã de romances policiais e thrillers de espionagem, mas O Rato de Wanchai é diferente de tudo que li. Fica claro ao leitor que o livro é um thriller de investigação, mas o foco da mesma foge totalmente do comum. Não sei a definição exata do gênero, mas o mais correto parece ser “thriller contábil forense”. Eu sei que parece estranho, mas é isso mesmo. Uma trama que gira em torno de desfalques empresariais, extravio de divisas e lavagem de dinheiro. Ava Lee – nossa protagonista – é uma perita contábil, especializada em rastrear dinheiro e recuperá-lo para seu legítimo dono.

O Rato de Wanchai foi uma leitura que me causou um certo estranhamento no início – justamente pelo foco peculiar –, mas logo em seguida eu me peguei envolvida numa aventura emocionante. Ava nos leva numa exótica viagem através da Ásia e Caribe. Foi divertido vislumbrar as particularidades da cultura asiática; toda ostentação de Hong Kong, atravessar as ruas abarrotadas de Bangkok, percorrer a decadente Guiana e o paraíso fiscal nas Ilhas Virgens Britânicas.
Através de Ava, conhecemos um pouquinho dos costumes do povo oriental. Alguém já comeu pé de pato ensopado? rsrs

A narrativa de Ian Hamilton flui bem, mas o início do livro é um pouco lento. O autor não apressa a narração do que acha importante para o enredo. Meu maior problema foram as explicações sobre a missão de Ava, pois para entendê-la o autor teve que inserir algumas informações sobre o tipo de negócio que o empresário roubado estava envolvido, como o dinheiro foi extraviado e alguns esclarecimentos contábeis. Para quem não entende nada sobre transações que envolvem um grande fluxo de dinheiro e contabilidade – assim como eu – sente um pouco de dificuldade nessa fase da história. Felizmente, esse tipo de explicação ocorre apenas no começo do livro.

Adorei Ava! A protagonista é uma mulher culta, inteligente, destemida e gay. Não que sua opção sexual seja importante, mas é algo que ajuda a distinguir a personalidade da personagem. Ava é uma contadora com um jeitão de mercenária.
O terço final do livro é de tirar o fôlego. Confesso que roí as unhas imaginando como Ava conseguiria se livrar da enrascada em que se meteu. rsrs

O Rato de Wanchai foi uma aventura diferente e muito divertida. Pretendo seguir a série, pois ando preferindo tramas que fogem do comum. Eu curti bastante e estou confiante de que as sequencias serão ainda melhores.
Se você gosta de thrillers investigativos, não deixe de conhecer a detetive mais “pimenta” do pedaço.

Hamilton, Ian. O Rato de Wanchai. Benvirá, 2012. 424 p. (Ava Lee, Vol. 1)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL