target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

“GATACA” (Franck Thilliez)

Você não entendeu que a evolução é uma exceção. A extinção é a regra. Estamos todos destinados a nos apagarmos…
p.421
~~~*~~~
Lucie Henebelle está devastada. Após a tragédia que atingiu sua família, a vida de Lucie desmoronou. Ela jamais será a mesma, mas para tentar seguir em frente, decidiu afastar-se de tudo. Ela deixou o departamento de polícia e rompeu seu relacionamento com Franck Sharko.
Mas ao saber que o criminoso que causou sua ruína suicidou-se de maneira bizarra em sua cela, ela decide investigar o que provocou tal ato. Chegando à prisão, Lucie descobre que outro policial já havia investigado a morte do prisioneiro… seu ex-amante e colega de trabalho, Sharko. Mas qual seria o interesse dele nesse caso?

Paralelamente, Franck Sharko definha aos poucos. Atormentado pelo passado, ele passa suas noites insone… sendo corroído pelo remorso. Agora, rebaixado ao posto de um simples inspetor de polícia, ele espera pagar seus pecados voltando à imundice dos crimes, tirando o “lixo das ruas”.

Foi designado para investigar uma ocorrência no Centro de Primatologia de Meudon. Uma mulher fora encontrada morta em uma jaula, espancada e mutilada, aparentemente, por um chimpanzé. Entretanto, após a necropsia do corpo, foi constatado que o primata não fora o agressor. A jovem fora assassinada. Mais uma vez, Sharko estava diante de um homicídio.
Ao investigar a vítima – Eva Louts – Sharko descobre que ela estava escrevendo uma tese de doutorado, cujo objeto de estudo referia-se aos princípios da evolução biológica e a relação entre lateralidade e violência. Seguindo essa pista, Sharko descobre que Éva havia visitado vários criminosos canhotos, condenados por crimes hediondos. E um desses criminosos, era o homem que havia arruinado sua vida e a de Lucie Henebelle… e que também estava morto.

Então, os caminhos de Franck e Lucie se cruzam novamente. Eles se unem para investigar a relação entre as duas mortes. Durante a investigação, a descoberta de três múmias de uma família Neandertal assassinada por um Cro-Magnon leva-os a uma pista relacionada a Evolução das espécies. Juntos, mergulharão nos mistérios do genoma humano e encontrarão a origem do mal.
~~~*~~~
GATACA do autor francês Franck Thilliez – segundo livro protagonizado por Franck Sharko e Lucie Henebelle – é sensacional! Existem algumas controvérsias sobre a ordem oficial da série, mas para facilitar decidi considerar este livro como o quarto volume da série Franck Sharko. A leitura de “A Síndrome E” – terceiro livro da série – é essencial para entender todos os contornos do estado de espírito dos personagens em GATACA. O enredo é independente, porém as ações dos protagonistas são influenciadas pelos eventos ocorridos no livro anterior.

A trama de GATACA gira em torno do genoma humano, da estrutura molecular do DNA e a transmissão genética de determinadas características. Aliás, o titulo do livro parece ser um acrônimo que faz referencia às bases nitrogenadas que compõem o DNA - Guanina Adenina Timina Citosina.
Entretanto, Franck Thilliez vai muito além. Ele aborda, não só a biologia e suas ramificações, como também adentra na antropologia, paleontologia e evolução das espécies. Na verdade, o autor estende o tema às origens da violência e explora sua evolução, fazendo um paralelo com a lateralidade. Questionando, inclusive, sua propagação… seria algo genético ou cultural?

Confesso que li poucos autores tão ardilosos quanto Franck Thilliez. Os canhotos que lerem esse livro, com certeza, ficarão com uma “pulga atrás da orelha”. Alias, essa foi a intensão do autor. rsrs
A narrativa de Thilliez é daquelas que nos absorve desde a primeira página. Ler sobre a codificação do DNA e genética pode parecer maçante para alguns, mas eu garanto que não há nada de enfadonho. O que prevalece é o mistério em torno do tema e a tensão gerada pelos eventos apresentados. GATACA é intrigante, com um suspense bem estruturado e inteligente. O autor tem uma desenvoltura e criatividade impressionantes.

Os personagens são bem desenvolvidos, com uma carga psicológica que chega a ser angustiante. Tanto Franck como Lucie são figuras sofridas, que carregam um enorme fardo emocional. Sofri pelo casal, pois eles realmente parecem pessoas “amaldiçoadas pelo destino” – palavras do próprio Franck Sharko.
Nesse ponto, o autor não teve nenhuma compaixão por seus personagens, pois ambos trilham um caminho árduo… doloroso. Mas são as particularidades… os desequilíbrios, inclusive – esquizofrenia, insônia, delírios, alienação, etc. – que fazem com que sejam únicos.
GATACA é um thriller complexo, cujo assunto central ultrapassa os limites de um romance policial comum. Particularmente, acho as ideias do autor geniais. Tanto A Síndrome E quanto GATACA me deixaram de “queixo caído”, principalmente pelos desdobramentos da trama, a pesquisa minuciosa e os temas intrincados.
Para quem gosta de desafios e é fã do gênero, GATACA é simplesmente imperdível!

Thilliez, Franck. GATACA, 2013. 432 p. (Franck Sharko, Vol. 4)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL