target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

terça-feira, 2 de agosto de 2016

“NOVE REGRAS A IGNORAR ANTES DE SE APAIXONAR” (Sarah Maclean)

– Não sou uma esposa, ou uma mãe, ou um pilar da alta sociedade (…) Sou invisível. Então por que não parar de ser uma bobona tão covarde e começar a experimentar todas as coisas que sempre sonhei em fazer? Por que não ir a tabernas e beber uísque e esgrimir? Essas coisas foram muito mais interessantes do que os detestáveis chás e bailes e bordados com os quais tradicionalmente ocupei o tempo. – Ela o fitou nos olhos de novo. – Isso faz sentido?
Ele assentiu, sério.
 – Faz. A senhorita está tentando encontrar Callie.
 Os olhos dela se arregalaram.
 – É! Em algum ponto pelo caminho, perdi Callie. Talvez ela nunca tenha estado comigo. Mas hoje, aqui, eu a encontrei.
pag. 181 
~~~*~~~
Sinopse:

A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.

E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. 

Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. 

Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente. 
~~~*~~~
Nove Regras a Ignorar antes de se Apaixonar é o primeiro volume da trilogia Os números do Amor de Sarah Maclean. Minhas leituras são repletas de fases e ultimamente ando atraída por gêneros mais “pesados, como thrillers policiais e suspenses. Entretanto, senti a necessidade de ler algo mais leve e descompromissado, uma história que fosse apenas um passeio. Eu sei, estou afastada do blog e não consigo voltar a escrever como antes. Continuo lendo, mas quando termino falta-me inspiração para resenhar. Hoje, no entanto, quis contar para vocês sobre esse romance de época que é uma “delicinha”.

Ambientado no início do século XIX, período da regência britânica, o romance nos apresenta Calpúrnia Hartwell, ou Callie, uma solteirona de 28 anos considerada uma mulher comum e com poucos atrativos físicos. Nossa heroína é descrita sob o viés estereotipado da mulher gordinha, sem graça, distinta e com reputação ilibada. Ela sabe como as pessoas a seu redor a enxergam e, com o passar dos anos, se tornou uma mulher um tanto conformada com a solteirice. Sem perceber, ela deixou ter a ilusão de conquistar o amor e assumiu uma postura passiva perante a sociedade. 

Mas então… algo a faz despertar e percebe que não gosta de estar acovardada, presa a convenções sociais que não fazem mais sentido, afinal Callie está convencida de que jamais se casará. Ela decide que precisa se aventurar, desafiar regras impostas e que jamais ousou pensar em quebrá-las. Assim, Callie faz uma lista com nove itens que gostaria de vivenciar e que não são exatamente apropriados a uma dama.

Na verdade, Nove Regras… não tem nada de especial em seu enredo. Aliás, é repleto de clichês e um tanto previsível, mas a maneira como a história é conduzida e a ideia de desafiar as convenções sociais da época em segredo, foi muito atrativo para mim. 

Em contrapartida, nosso herói é um homem marcado pelo abandono. Solteiro cobiçado, notório libertino que não acredita no amor e muito menos na instituição do casamento, Gabriel St, John - marquês de Ralston – vê sua vida virar de cabeça para baixo quando seu caminho cruza com o de Callie. Vemos um Gabriel ao mesmo tempo indignado e encantado com a ousadia e atrevimento de Callie ao realizar os itens de sua lista. Assim, Gabriel passa a enxergar Callie de uma maneira diferente… além da superfície.

Sim, é clichê ao extremo, mas eu gostei como a autora conduziu a história. E, para falar a verdade, eu adoro romances “água com açúcar”!

Somos apresentados também a personagens secundários primorosos, que dão um colorido a mais à história. Entre idas e vindas, temos um vilão um tanto mequetrefe, alguns deslizes dos protagonistas, mal-entendidos, muita teimosia e cenas de sexo bem sensuais.

Nove Regras a Ignorar antes de se Apaixonar é um romance adorável, de leitura rápida, descontraída e muito divertida. Se você é fã de romances de época, leia sem medo de se arrepender!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL