target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

domingo, 11 de outubro de 2009

"A CATEDRAL DO MAR" (Ildefonso Falcones)

"A igreja do povo, construída pelo povo e para o povo"
~~~*~~~
Bernat Estaniou é um servo da terra e como tal, deve obediência e respeito ao seu senhor feudal. No outono de 1320, no principado da Catalunha, Bernat observa ansioso sua noiva Francesca e os convidados de sua festa de casamento. Tudo corre bem, até que o seu senhor, vindo de uma caçada, exige ser convidado para as bodas.
Não demora muito até que ele percebe os encantos de Francesca e exige o direito de firma de spoli forzada , ou seja, o direito de se deitar com a noiva em sua primeira noite. Francesca após ser espancada e estuprada, ainda é obrigada a deitar-se com seu marido sob os olhares de soldados, para evitar que uma gravidez seja atribuída ao senhor feudal.
Ela engravida e nasce Arnau, um menino saudável e que devido a um sinal de nascença é indiscutivelmente filho de Bernat Estaniou.
O senhor da terra se tornou motivo de chacota nas redondezas, seria ele incapaz de fazer um filho?
Decidido a dar um fim aos comentários, leva Francesca e Arnau para seu castelo e lá, mãe e filho são separados. Ela é usada como ama de leite e fica a "disposição" dos soldados e o bebê é deixado junto ao estábulo a mercê da própria sorte.
Bernat resgata seu filho, não tem para onde ir, mas se lembra dos boatos sobre a grande Barcelona. Se conseguir viver na cidade durante 1 ano e 1 dia se torna cidadão e homem livre, esperançoso sobre um futuro incerto, ruma para Barcelona com Arnau.

Na grande cidade, pede o auxílio de sua irmã e de seu cunhado, um artesão em ascensão e com grandes ambições. Começa a trabalhar na oficina de seu parente e percebe que sua vida pouco mudou, deixou de ser um servo da terra para ser servo da nobreza.
Arnau conhece Joan, um garoto sofrido, sem pai e com uma mãe condenada ao enclausuramento por adultério, vive pelas ruas de Barcelona. Bernat se compadece do melhor amigo de seu filho, são inseparáveis, decide adota-lo após a morte de sua mãe.

Anos se passam e Bernat se vê em uma Barcelona assolada pela fome e desespero dos pobres. Bernat, que até então se mostrou um homem pacifico, é tomado pela fúria e incita uma revolta popular. O caos toma conta da cidade e o rei ordena que seus soldados reprimam a rebeldia e prenda seus lideres. Bernat é preso e enforcado sumariamente em praça pública.
Arnau tem apenas 12 anos, mas ao ver que mais uma vez seu pai foi humilhado e injustiçado, jura vingança.
Após a morte de Bernat, a vida de Arnau e Joan tomam rumos diferentes. Joan é apoiado pelo padre da Ireja do Mar e vai estudar em uma escola católica, segue a carreira eclesiástica e surpreende ao se tornar um inquisidor implacável.
Arnau não teve a mesma sorte e depende de seu esforço para se sustentar. Apesar de ser um menino mirrado, se torna um baitax (estivador) e carrega em suas costas as pedras para a construção da catedral do povo, a sua catedral.

Com o passar dos anos, ascendeu da servidão... foi um baitax, soldado, cambista e até cônsul do mar. Conquista o apoio da realeza e de homens ricos e por fim... recebe o titulo de conde.
O ciúme e o ódio de uma mulher rejeitada, o leva a enfrentar a inquisição, segredos são revelados e o passado remexido, e assim...descobre quem são seus verdadeiros amigos e inimigos.
Mas também conhece o amor sincero e incondicional, o companheirismo e a amizade.
E finalmente, ajudado por fieis amigos consegue a tão sonhada vingança que jurou junto ao corpo de seu pai.
~~~*~~~
A Catedral de Santa Maria Do mar é um templo gótico construído em uma Barcelona medieval no séc. XIV. "A igreja do povo, construída pelo povo e para o povo", este foi o espírito impresso em sua construção e ao ler o livro percebe-se o quão verdadeira é a citação. A catedral do Mar levou 55 anos ininterruptos para ser erguida, cada pedra foi carregada, esculpida e sedimentada pelos fieis mais humildes, a fé e a devoção foram o alicerce destes homens.
É uma história emocionante, onde junto com os personagens, realmente vivenciei as dificuldades de sobreviver em uma época tão conturbada e a impossibilidade de lutar contra a miséria e a servidão. A segregação social era tratada com naturalidade e as diferenças vistas como uma dádiva concedida apenas aos merecedores....Nobres de sangue.
O protagonista, Arnau Estaniou, é cativante. Sua história de amor e sacrifício junto a construção da catedral é comovente. Se opõe ao orgulho e a soberba, sempre agindo com justiça e a favor dos humildes.
Com uma narrativa detalhada e rica em relatos históricos, Ildefonso Falcones, me proporcionou uma leitura arrebatadora e voraz. Sentidos são aflorados, feridas quase cicatrizadas são reabertas, desencontros, ambição e vingança, foram alguns dos sentimentos experimentados.
Revela o apogeu de uma Barcelona próspera, mas profundamente doente.

Mas não há só dor em "A Catedral Do Mar", aprendemos que o amor pode se corromper, mas também supera qualquer obstáculo e a amizade sincera daqueles que nos presenteiam com ela, mesmo a mais improvável, deve ser cultivada e defendida com afinco.
Não conhecia o livro e injustamente nunca o vi em um lugar de destaque em uma livraria.
Com certeza é um livro que vale a pena ser lido e relido, vai ocupar um lugarzinho especial na minha estante.

Compare Preço no Bondfaro Compre no Submarino Compre na Saraiva Buy From Book Depository

Falcones, Ildefonso. A Catedral do mar. Rocco, 2009. 592 p.

7 comentários:

  1. Hérida, que história interessante!!!
    Eu também adoro romances históricos :)
    Vou procurar este livro para mim!!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Eu também adoro romances históricos :) [2]
    Minha época predileta é a medieval. De livraria não lembro de ter lido nada, mas de banca.... ah, os romances medievais da Hannah Howell são os meus preferidos, tenho todos dela.

    bjss

    ResponderExcluir
  3. A meiguice dos teus olhos
    Enternece a alma mais dura
    Sei-te em cada batida de coração
    Na verdade da água pura

    A verdade da terra
    De verdadeira verdade se veste a tua alma nua
    O mundo conhece teus passos
    O teu destino impresso nas pedras de uma rua

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  4. Eu também adoro romances históricos :) [3]

    Adorei a dica =o***

    ResponderExcluir
  5. Oieeeee, tudo bem???

    Lá no meu blog, hj, tem o primeiro post off topic desde o lançamento....mas é por uma boa causa...me ajuda? Hein? Hein? Hein?

    ResponderExcluir
  6. Com certeza um dia vou ler esse livro....bejokas elis

    ResponderExcluir
  7. Também achei fascinante, já está na lista dos desejados !Bjs !

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL