target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

domingo, 15 de novembro de 2009

"A FACA SUTIL" (Philip Pullman)

"A Faca Sutil" é o segundo livro da trilogia Fronteiras Do Universo de Philip Pullman. Fiquei um pouco apreensiva se deveria ou não escrever esta resenha. Se vocês não se lembram, houve um certo burburinho quando revelei minhas opiniões com relação ao primeiro livro, que pode ser lida AQUI.
Continuo achando a série polêmica, mas "A Faca Sutil" é ainda mais, é ousado e me atrevo a dizer...um tanto agressivo.
Me surpreendi com o rumo que o livro tomou, apesar de ser classificado como infanto-juvenil, ainda acho o tema complexo. Não quero subestimar a perspicácia dos jovens, mas até eu fiquei um pouco incomodada com algumas ideias impostas no livro. 
~~~*~~~
Will Parry é um garoto de 12 doze anos, mas já é o homem da casa. Sua mãe possui problemas psiquiátricos, cresceu com suas manias de perseguição e paranóias. Um dia, percebeu que talvez os medos de sua mãe não fossem tão infundados. Homens que ele não conhecia, começaram a visitar sua casa e a fazer muitas perguntas...as crises de sua mãe pioram.
Ele sabe o que eles querem… Seu pai estava desaparecido, desde antes de seu nascimento, mas antes ele enviou algumas cartas para sua mãe. É isso o que eles procuram!
Deixa sua mãe aos cuidados de uma antiga amiga e volta para casa, resolve pegar as cartas e sair à procura de seu pai.
Os misteriosos homens retornam e um deles acaba morto. Com medo de ser preso por assassinato, ele foge rumo a grande cidade de Oxford e acidentalmente encontra uma fenda em pleno ar. Ele percebe que aquilo é uma passagem para um outro mundo e sem hesitar, a atravessa.
Encontra uma cidade chamada Citàgazze, ela é habitada apenas por crianças, pois os adultos são atacados pelos Espectros, que se alimentam de seus espíritos. Will encontra Lyra, eles sabem quem são de mundos diferentes. Lyra tem seu dimon, Pantalaimon, ela percebe que o dimon de Will é interno, os humanos o chamam de espírito.

Mas essas diferenças não atrapalham a amizade e a aliança que os dois formaram. Juntos vivem uma odisseia em busca do segredo do pó de Lyra e para encontrar o paradeiro do pai de Will. O destino coloca a Faca Sutil no caminho dos dois e Will foi eleito seu portador.

A Faca possui grande poder, é capaz de cortar qualquer material existente, além de abrir portais para outros mundos. Mas o que eles ainda não sabem, é que há uma guerra iminente, e só o portador da Faca Sutil terá condições de vencê-la.
Uma dádiva ou uma maldição?

A guerra está sendo preparada pelo misterioso Lord Asriel, ele está unindo forças para lutar contra a grande "Autoridade". Já ocorreu uma guerra parecida antes, mas os anjos rebeldes a perderam porque não tinham uma arma como a Faca Sutil. Will e Lyra viajam entre mundos, reencontram velhos amigos e conquistam novos aliados e protetores. Muitos morrem para defendê-los e permitir que cumpram seus destinos. 
~~~*~~~ 
A narrativa é ágil e envolvente, fazendo com que o leitor relute em deixar o livro de lado. Já a história é inteligentíssima, muito bem amarrada e sem lacunas.
A minha única ressalva é com relação ao objetivo do tema. E para um leitor sagaz, não é difícil chegar à conclusão de que a grande "Autoridade", é Deus. Todos sabemos que o autor é ateu e ele já declarou publicamente que sua intenção é minar os alicerces do cristianismo.
Será que consegue? Comigo não!
Mas não posso negar e seria uma heresia não dizer que o livro é ótimo. Neste livro Will não é uma criança inocente, é um menino vivido, que cuida da mãe doente. Ele é extremamente cuidadoso e preocupado com o bem estar da mãe, tem plena consciência do certo e do errado e sabe lidar com as dificuldades que lhe são apresentadas.

Já Lyra, me pareceu mais inocente e infantil, continua com suas mentirinhas, sempre tentando ser esperta, mas deixando se enganar facilmente. O vilão do primeiro livro não participa diretamente da trama em "A Faca Sutil", mas o seu objetivo é claramente exposto e em nenhum momento o autor nos deixa esquecer de sua presença.

O livro é cheio de aventuras e mistérios, com um clima mais tenso. Há mais mortes e sofrimento, o que leva a um amadurecimento dos personagens e sentimos que estamos crescendo e aprendendo com os percalços de Lyra e Will.

Estou mais curiosa do que nunca para saber o rumo que a história tomará, e se o autor continuará atacando os tabus religiosos e causando polêmica. Indico o livro...mas deve-se manter a mente aberta.
Se você é livre de preconceitos e acredita que independente do tema, um livro é sempre uma ótima forma de diversão e cultura. Leia A Faca Sútil! Eu garanto que você não se arrependerá.

18 comentários:

  1. Olá!
    Adorei seu cantinho...
    Estou te seguindo...
    Beijos*

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar dessa trilogia pareçe ser boa

    ResponderExcluir
  3. Jamais abandono a possibilidade de ler um livro por preconceito! Mente aberta é comigo mesma!!!!
    Preciso comprar o primeiro, fiquei interessadíssima, fui reler a primeira resenha e lembrei-me do "burburinho", fez MUITO BEM de ter resenhado o degundo livro!!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Meu noivo tem esse livro na casa dele e por várias vezes fiquei tentada a ler, tendo a certeza de que esses pseudo-livros infantis tem mais coisas obscuras nas entrelinhas do que se pode imaginar.
    Ainda não li porque quero ler A bússola de ouro primeiro, mesmo já tendo visto o filme!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. legal =)
    Leio muito, mais tem muitos livros q tem aki no seu blog q eu ainda nem tinha conhecimento.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. legal =)
    Leio muito, mais tem muitos livros q tem aki no seu blog q eu ainda nem tinha conhecimento.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Hérida,
    Gostei muito do seu comentário no meu blog,é sempre bom receber opiniões das pessoas a respeito dos livros que leio,mesmo que essas opiniões sejam contrárias as minhas,gostaria muito de saber de onde veio essa sua idéia de não gostar de livros espíritas,você já leu algum e não gostou?Se sim qual?
    Se puder e quizer responder meu blog está a postos para receber seu comentário,adoro suas visitas!
    Beijoooooooooos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Hérida!

    Foi AGORA pra minha lista. Seu texto me conquistou!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Hérida! Menina, dá vontade de ler tudo que vejo... haja tempo!!

    Adorei a tua resenha!

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi querida! Nossa... de infanto Juvenil não têm nada, um tanto quanto pesado... Aproveitando, fez bem em não dar ouvidos aos burburinhos. Bjs

    ResponderExcluir
  11. oie menina....
    Muito massa a opiniao que vc colocou do livro, tenho os tres mas ainda nao tirei um tempo para lê-los. Com o que vc acaou de contar com certeza minha curiosidade em relaçao a eles ficou muito mais aguçada...
    Polemico hehe...
    Adorei aqui e estou te seguindo....
    bjbj

    ResponderExcluir
  12. Ei Hérida, eu tenho esta trilogia e adorei! Polêmicas de lado acho o livro fantástico, principalmente se você levar em conta a época em que foi escrito. Eu terminei a Luneta Âmbar e achei que podia ter outra continuação mais no mais amei.
    Sua resenha ficou show, é uma trilogia difícil de explicar.
    bjo
    Nanda

    ResponderExcluir
  13. Você deve ter achado a mediadora bobinho porque é um livro infanto-juvenil,eu gosto!
    Beijoooos!

    ResponderExcluir
  14. Olá querida! que resenha perfeita! :)

    Bom, como eu sou totalmente cética, e com a mente super aberta, não tem nada para interferir nas minhas leituras fazendo com que eu largue algum livro, exceto é claro se a história for muitoo ruim, o que não parece de forma alguma ser o caso :D

    já tem um tempo que quero essa trilogia, mas nunca encontrei uma resenha sufuciente boa como a sua ^^ Logo, logo a sére estará no Uma Janela Secreta!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Obrigado pelo carinho, meninas.
    Por enquanto, eu estou adorando a série.
    Vamos ver o último livro.
    Bjs a todas

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pelo carinho,retribuindo tem um selo no meu blog para você!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Hérida!

    Acho que você fez muito bem em ignorar o que as pessoas poderiam pensar e publicar sua resenha. Pense pelo lado bom, eu fiquei curiosa com esses livros depois do que aconteceu aqui. Duvido que vá lê-los tão cedo, por falta de tempo e muitos livros na fila. Acabei deixando de lado o preconceito, confesso que até pouco tempo atrás eu relutava bastante em ler livros que não fossem cristãos. Mas cheguei à conclusão de que já sou bem 'grandinha' pra saber separar as coisas e que minha fé não pode ser abalada por um autor que, declaradamente, é contra tudo em que acredito.

    Espero um dia poder lê-los :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Li esta trilogia há alguns anos, ela é excelente, pena que a adaptação ao cinema deixou muito a desejar e não passou do primeiro livro, pois teria ajudado a divulgar mais a obra. Mas recomendo a todos, é uma das histórias mais criativas que li no gênero "fantasia infanto-juvenil", e este segundo livro é o melhor dos três, na minha opinião.
    Abçs.
    @fabiorgc

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL