target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

"COTOCO" (John Van de Ruit)

Querida Sereia,
Penso em você o tempo todo. Eu te amo tanto que você ocupa cada momento de minha vida, desde a hora que eu acordo até quando vou dormir. Quero ver você, ficar olhando para você, beijar você (e se eu não fosse um cotoco, faria muito mais). Li sua carta 124 vezes e vasculhei cada linha à procura de significados escondidos, de alguma pista de como você se sente por mim. Vai ser horrível se você não me amar.
De todo coração
Johnny
PS.:Confesso que sonhei com você pelada com meio cassetete entre as pernas. Desculpe.                                                           

Cotoco é o primeiro livro de uma série escrita pelo autor sul-africano John Van de Ruit. Um livro leve e deliciosamente engraçado capaz de afugentar qualquer sinal de mau humor. Conheça o diário de John Milton, o garoto de olhar inocente e sagaz que irá conquistá-lo.

~~~*~~~
O ano de 1990 marcou o início de uma nova fase na vida de John Milton, é seu primeiro ano como bolsista em um colégio interno de elite.
Logo de cara foi apelidado de Cotoco, porque seu "bilau" ainda é bem pequeno e seus testículos ainda não se desenvolveram. Apesar de seu apelido constrangedor, Cotoco está decidido a mostrar todas as suas qualidades.
Como se não bastasse seus pais serem doidos de pedra, parece que seu dormitório é habitado por um bando de malucos. Na realidade, Cotoco tem certeza que é um imã para doidos, talvez ele esteja ficando doido também.
Cotoco e seus companheiros de quarto, Cachorro Doido, Rambo, Rain Man, Simon, Barril, Lagartixa e Esponja, são conhecidos como os "Oito Loucos". Eles são ousados e nunca se cansam de suas aventuras noturnas, não tem medo de infringir as regras e estão sempre unidos...um por todos, todos por um.
Cotoco não esperava, mas a escola se tornou um lugar "irado" para se viver. O professor Guv o adotou como aluno predileto, até emprestou o melhor livro de todos os tempos, O Senhor dos Anéis. Mostrou todo seu talento e se tornou um ator e um cantor famoso...Cotoco é um astro! Percebeu que, apesar de ter um cotoco, fazia muito sucesso com as mulheres...era um garanhão. Decidiu que apoiava a igualdade racial e queria ser um guerrilheiro. E finalmente, Cotoco descobriu o valor das verdadeiras amizades e da lealdade.
~~~*~~~
Confesso que imaginava um garoto diferente, mais agitado, peralta e que sempre arrumasse confusão. Mas não, John Cotoco Milton é um menino inocente, CDF, esforçado, e com um coração de ouro. Depois do choque de perceber que o personagem não era nada daquilo que eu esperava, eu me vi perdida entre as maluquices dos Oito Loucos e da bizarra família Milton. Em algumas cenas, cheguei a chorar de rir com as confissões de Cotoco.

O livro é narrado em primeira pessoa, em forma de um divertido diário. É sob o olhar de Cotoco que acompanhamos o cotidiano de um pré adolescente, conhecemos seus novos amigos, a descoberta do amor, a curiosidade sobre o sexo, seu relacionamento familiar, a formação de suas opiniões políticas, suas aspirações e suas primeiras desilusões. Para mim, foi muito gostoso mergulhar nesse mundo masculino, de homens em formação.

"...desci até o banheiro e examinei meu bilau. Ainda não tenho nenhum pelo, e não há nem sinal de que eu vá ficar igual aos outros(...) Quando será que eu vou poder bater uma punheta também? Puxei meu bilau algumas vezes, mas nada aconteceu, então voltei para a cama ..."

A história possui vários personagens paralelos e cada um se torna especial aos olhos do leitor. Todos tem características distintas e marcantes e se tornam fundamentais na trama, não consigo imaginar nenhum personagem sendo descartado, nem mesmo Roger, o gato maluco que vive no colégio. Adorei esse gato, ele dá um colorido a mais na história.
O autor introduz de forma sútil a questão da segregação racial e a libertação do preso politico Nelson Mandela, mas sem sobrecarregar a trama e sempre apresentando as opiniões e conflitos dos personagens sobre o Apartheid.

Uma história que com certeza conquistará meninos e meninas de todas as idades. Leia Cotoco e divirta-se!

22 comentários:

  1. oi Hérida!!!

    A Nanda já havia despertado meu interesse, vc agora acabou de incendia-lo com certeza vou ler Cotoco.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, estou com muita vontade de ler, parece hilário.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Estou esperando para ler Cotoco, ele olha para mim, e eu para ele, juro que tenho medo de ler, pois todas que leram dizem coisas boas sobre esse livro. E se não gostar, vou me sentir de outro planeta..rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ei Hérida,

    Ah ja te disse que eu amei este livro ne, não vejo a hora de lançarem a continuação, fui mais uma que se apaixonou por Cotoco rsrsrs

    Adorei a resenha ^^ , vc colocou todos os trechos engraçados que fiquei com vergonha de citar :P

    beijoo

    ResponderExcluir
  5. Eu quero ler Cotoco e me arrependi não ter pego ele.
    Gostei do estilo do livro e acredito que vou gostar da história, kkk.

    ResponderExcluir
  6. Comprei esse livro na Bienal! E um livro bem curioso e parece divertido...
    Confesso que tenho um interesse histórico pela questão africana. Vamos ver se eu gosto desse livro... Ta na pinha!!!kkk

    ResponderExcluir
  7. AIN.. AMEI TANTO SEU BLOG.. COMO FAÇO PRA ACHAR TEPLATES ASSIM? EU QUERO! :(... É QUE SOU UMA INICIATE.. BEIJOS...

    ResponderExcluir
  8. Já vi a capa desse livro dezenas de vezes, mas nunca tinha lido uma resenha.
    Parece bem legal. Nunca parei para imaginar o que pré-adolescentes (meninos) pensam... Além do mais, parece que a narrativa é muito engraçada!

    ResponderExcluir
  9. Ah, esse livro é uma coisa fofa ^^ além de ser mega engraçado. Quero lê-lo ainda esse ano. Ótima resenha, beijos (:

    ResponderExcluir
  10. Estou louca por Cotoco!!! rsrsrs
    Mas não posso pensar em comprar mais nenhum livro!!! rsrsrs
    Tenho os da Bienal prá ler, mais uns que peguei na sogra e outros que comprei no Submarino semana passada na # promo... rs

    Mas este já está na lista!!!
    Já ri super com a sua resenha! rs

    Bjão

    ResponderExcluir
  11. Nossa, fiquei com muita vontade de ler agora. Já tinha lido outras resenhas sobre o livro, mas a sua está ótima!

    ResponderExcluir
  12. Nossa Hérida...
    as meninas estavam falando muito desse livro,mas na hora não me chamou atenção,mas agora depois dessa resenha eu quero ler...rsrsrs
    Já ri muito só lendo a sinopse e a resenha,imagine lendo o livro..
    Adorei a resenha!!!!

    bj

    ResponderExcluir
  13. Hérida,
    Cotoco é demais. Esse trecho da carta de amor é fantástico. Ri muito !

    Parabéns pela resenha.

    Beeeijo
    Luka.

    ResponderExcluir
  14. Eu amei esse livro ... não esperava muito da leitura e me conquistou também.

    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, parece ser muito legal mesmo!!

    bj

    ResponderExcluir
  16. Hérida!!!

    Eu diverti horrores lendo Cotoco, é tão engraçado!!!! e bem divertido ler as linhas narradas do cotidiano de um pré-adolescente!

    Bjo;*

    ResponderExcluir
  17. Deve ser um livro muito bom mesmo
    Todo esse desejo do pre- adolescente
    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Oi Hérida! Passando para agradecer pela dica. obrigada...

    Sobre o livro, Cotoco, parece ser bem engraçado, ainda estou descidindo se eu quero ler ele...

    abraço!

    ResponderExcluir
  19. Todo mundo está falando desse livro, então estou curiosa pra ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Tem selinho pra ti, bjus

    http://danfalandodelivros.blogspot.com/2010/08/novo-selinho.html

    ResponderExcluir
  21. Estou lendo "Cotoco", tô gostando, porém (não sei se é a Editora ou o Tradutor ou o Próprio John)tem uma narrativa fraca, repete muito expressôes. Acho isso chato e me faz revirar os olhos. O que ele mais repete é "Pandemônio" "Depois do que pareceu uma eternidade" e por ai vai. No mais dá pra passar o tempo. Não consegui terminar o "Batalha do Apolalipse" do Spoch(?) É terrivelmante tedioso.

    ResponderExcluir
  22. Estou amando o livro, muito viciante. Cotoco é tudo cativante. Estou nas últimas paginas e isso me deixa triste. Alguém sabe quando vai sair o 2° volume?

    http://cincoarnaldo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL