target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

"O CARROSSEL" (Rosamunde Pilcher)


O que há de tão mágico em se ir de trem para a Cornualha? Sei que não sou a primeira pessoa a sentir a magia do momento em que a ferrovia atravessa o Tamar pela antiga ponte de Brunel; é como se você estivesse cruzando os portais de alguma maravilhosa nação estrangeira. Toda vez que vou digo-me que não pode ser a mesma coisa, mas sempre é. E é impossível identificar os motivos exatos dessa euforia. Os formatos das casas, talvez, banhadas pela luz rósea do sol da tardinha. O tamanho diminuto dos campos, os altivos viadutos pairando sobre os profundos vales arborizados; os primeiros relances distantes do mar? Ou talvez os nomes santos das pequenas estações que celeremente deixamos para trás, ou as vozes dos carregadores nas plataformas em Truro?
Mas que é mágico, é.
~~~*~~~
Prue é uma mulher inteligente, culta e independente, mas ainda não está pronta para se comprometer. Ela está envolvida com Nigel, um homem que lhe daria conforto e segurança, mas estes não lhe parecem motivos suficientes para subir ao altar. Mas Nigel está planejando levar a relação para um nível mais sério, ele quer levá-la à Escócia e apresentá-la à sua família.
A oportunidade para recusar o convite de forma delicada surgiu inesperadamente. Sua tia Phoebe havia fraturado o braço em um acidente e Prue resolveu ajudá-la durante a recuperação. A chance de viajar para a "Holly Cotage", a casa de sua tia localizada em uma pequena aldeia na Cornualha, lhe provocou um sentimento de alívio.

Durante a viagem de trem até a Cornualha, Prue cruza seu caminho com o de uma pequena garota, Charlote. Inevitavelmente o destino de ambas será selado em Holly Cotage.
Sua estadia com tia Phoebe é marcada por bom humor, agradáveis conversas e sossego, mas um inesperado visitante mudaria a rotina dessas mulheres.
Daniel, um homem de traços fortes e bonito a sua própria maneira, atrai a atenção de Prue. Mas ele está ali para enfrentar seu passado, para lutar contra seus próprios fantasmas. Segredos serão revelados. Para haver um recomeço, as traições, mentiras e negligências, não poderão mais ser omitidas.
~~~*~~~
Rosamunde Pilcher teve sua carreira como escritora consagrada com a publicação do livro Os Catadores de Conchas. Os romances de Rosamunde são marcados por explorar o cotidiano familiar e seus conflitos. "O Carrossel" mantém essas características e, a presença de personagens fortes e uma ambientação ricamente descrita e detalhada, proporciona uma leitura envolvente.

A narrativa é muito realista e os personagens são dotados de personalidades muito peculiares. Cada um apresenta sua parcela de qualidades e defeitos. São extremamente humanos. Apesar da trama explorar inumeros dramas e conflitos entre os personagens, a autora desenvolveu a história de forma leve e harmônica. Construiu um romance delicado, mas profundo.
Porém, ao terminar "O Carrossel" fiquei com a sensação de que faltou alguma coisa. O romance entre Prue e Daniel foi apenas insinuado, há uma leve brisa de sentimentos, mas nada se concretiza. Não há paixão, ficou tudo muito frio...distante.
Mas o que mais me incomodou foi o desfecho do livro. Não há uma conclusão satisfatória, quando a trama começa a tomar corpo e pensamos que a história vai deslanchar...o livro acaba. Foi decepcionante.

Por outro lado, somos recompensados com a presença de personagens femininos marcantes e um cenário, ambientado na Cornualha, de encher os olhos. "O Carrossel" não é um romance arrebatador, mas sim, terno e sereno.

Pilcher, Rosamunde. O Carrosel. Bertrand Brasil, 2000. 192 p.

16 comentários:

  1. Gosto de livros que são capazes de retratar o nosso dia-a-dia e a humanidade das pessoas =) Mas, não gosto de finais abruptos...
    Acho que esse livro não seria para mim ><


    PS: Como sempre, AMEI a resenha *-*

    ResponderExcluir
  2. Ah, fui lendo a resenha e pensando 'a qualquer momento aparece uma referência à uma cena de amor tórrido', mas aí... não =/
    Mas tudo bem, parece ser um livro muito doce^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Hérida!!
    Gostei muito de Os Catadores de Concha, mas não li mais nada da autora.
    Uma pena que o livro tão foi tão arrebatador quanto vc esperava.
    Fico tão triste quando um livro começa envolvente e o final deixa aquela sensação de "como assim acabou agora?? Não pode ser!"
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha Hérida. Já li vários livros da Rosamunde, mas este ainda não. Gosto do jeito que ela escreve e o meu favorito dela é Solsticio de inverno. É lindo demais.

    Beijo

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada da autora, mas sempre que vejo um livro dela fico curiosa.
    Pena que este nao parece ser tão bom. Vou tentar ler Os Catadores de Conchas, para começar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a autora...
    Ah, é tão frustrante quando o final deixa a desejar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse foi o segundo romance dela q eu li, e realmente depois de ler Solstício de Inverno achei ele meio fraco, mas é uma leitura agradável apesar de tudo!!!


    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada dela, estou com Os Catadores de Concha para ler, pq todo mundo recomendou.
    Pena que esse não foi como esperava.

    Bjs,

    ResponderExcluir
  9. Ei Herida!
    Eu gosto muito de autoras que trabalham bem os dramas familiares, já leu Susan Wiggs? Ela arrasa, e os livros dela tem um fim bem definido =)
    Eu disse que gosto de dramas familiares? Sim, mas tem que tem ao menos um romancezinho envolvido, né? Que pena não passou de uma "sugestão" entre Prue e Daniel, mas espero que tenha compensado em "lavagem de roupas sujas" heheheheh
    Na parte em que você falou " Segredos serão revelados. Para haver um recomeço, as traições, mentiras e negligências, não poderão mais ser omitidas", eu já pensei... "vou amar", mas depois me desestimulou da leitora saber do fim sem fim... hehehe
    Bjussss

    ResponderExcluir
  10. Impressionante como vc descreve bem o livro.
    Perfeita a resenha.
    No início me lembrei dos livros de Jane Austen, deve ser por conta dos personagens femininos né?

    ResponderExcluir
  11. Oi Hérida,
    Fiquei muito impressionada com sua resenha, mas acho que não vou ler esse livro não! Não faz muito o meu gênero e sabendo ainda que ficou faltando alguma coisa... aí desisti mesmo! rs...
    beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  12. Ei Hérida,

    Eu amei Os catadores de conchas, muito lindo. Mas não conhecia outros livros da autora, pena que vc não gostou tanto deste. Ainda quero ler outros livros dela.

    bjooo

    ResponderExcluir
  13. nao é mt minha area
    mas parece ser legal

    ResponderExcluir
  14. parece ser uma romance sem grandes atrativos, infelizmente não me interesse, gosto de romances mais apaixonantes com bastante tensão sexual, hauhaua. =/

    beijos Hérida.

    ResponderExcluir
  15. Já estive com vários livros dessa autora na mão, mas sempre por algum motivo ou outro acabo não levando e assim, não conhecendo. Como ainda não desisti, vou evitar de pegar esse livro, para não me decepcionar logo de cara.

    Se você gosta da Cornualha, recomendo um livro chamado As Mulheres do Embaixador, ele não tem mais nas livrarias, só em sebo, mas é muito bonito.

    ResponderExcluir
  16. eu acho que esse é o negócio da Rosamunde, na maioria dos livros dela que eu li sempre fica a sensação de que falta alguma coisa, que não terminou. sinto que é uma forma dela deixar para que nós imaginemos o resto da história...

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL