target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

quarta-feira, 15 de junho de 2011

“AMANTE LIBERTO” (J.R. Ward)

Os dois prenderam a respiração. Ele estava quente como uma chama…
Enquanto ele se deliciava, metade dela se perguntava o que estava fazendo, enquanto a outra, a parte sexual, ganhava vida…
Ela o acariciou, sentindo a pele macia… Ele abriu a boca enquanto se remexia na cama, e seu corpo arqueado a fez se excitar. Droga…ele era puro sexo, totalmente desprovido de inibições ou vergonha, nada além de uma tempestade prestes a acontecer.
Pag. 192

Amante Liberto é o quinto romance da série "Irmandade da Adaga Negra" escrito por J.R. Ward. Leia as resenhas dos livros anteriores AQUI. Desta vez vamos conhecer Vishous ou V., um Irmão que possui uma natureza sinistra. Ele está confuso, inquieto e infeliz. Aventure-se por um mundo sombrio e descubra como Vishous libertará seu coração das amarras.
~~~*~~~
Ele se considera um maluco pervertido. Principalmente levando em conta a situação em que se encontrava. Nos últimos meses ele havia se aproximado mais de seu companheiro de irmandade, Butch. Morava com o cara, embebedava-se e malhava com ele.
Vishous estava ligado a seu amigo de uma forma que complicava as coisas. E não era somente as fortes emoções que sentia por Butch que o deixava mal, suas visões se foram e ainda havia a sua mão…aquela maldição com poder de queimar e destruir. Estava convencido de que era uma aberração, e que aberrações mereciam se ferir.

Na tentativa de extravasar toda sua frustração, Vishous se envolve com fêmeas submissas. Sua fama de guerreiro frio e predador implacável não foi conquistada somente por suas preferências sexuais bizarras, mas remontava de tempos passados. Ele era filho do mais violento e destrutivo guerreiro vampiro, Bloodletter, que era uma lenda entre seu povo.

Ultimamente sua vida não estava nada fácil, mas as coisas pioram quando V. descobre que está destinado a preservar o futuro de sua raça. Ele não quer esse fardo, mas também sabe que não há como fugir.
Em um rompante de fúria, V. sai a procura de redutores. Durante o combate ele é gravemente ferido e acaba sendo levado a um hospital humano.

A chefe do departamento de traumatologia, a cirurgiã Jane Whitcomb, é a responsável pela cirurgia de Vishous. Jane percebe que seu novo paciente é um homem incomum, ficou fascinada pelas anomalias anatômicas que encontrou e está disposta a estudá-lo. Porém, os guerreiros da Irmandade da Adaga Negra jamais permitiriam que sua espécie fosse exposta dessa maneira. Durante o resgate de V., a Dr. Jane é sequestrada e levada para a mansão dos guerreiros. Durante sua estadia forçada, Jane começa a desconfiar que seu paciente não é humano. Ela sente medo, mas o fascínio e a intensa atração por aquele espécime masculino é muito mais forte.

Vishous não entende o que esta acontecendo, pois nunca sentiu algo parecido antes. Aquela humana mexe com ele, um sentimento de posse e desejo dominam todos os seus sentidos. Será ele capaz de enfrentar seus fantasmas, superar as cicatrizes do passado e viver sentimentos ternos e delicados? Um guerreiro duro e violento como ele seria capaz de experimentar o amor?
Agora Vishous terá que usar toda a sua inteligência e força para entender suas novas emoções, e lidar com a constante sensação de que somente Jane poderá compreendê-lo…e libertá-lo de seu destino.
~~~*~~~
“Amante Liberto” foi um livro que me surpreendeu de varias maneiras, algumas boas e outras ruins. E mesmo desgostando de alguns detalhes, posso afirmar que o livro não me decepcionou.
Neste quinto romance conhecemos a história de Vishous, e descobrimos que seu temperamento destrutivo e suas preferências sexuais têm uma razão de ser. Seu passado é assustador e marcado por violência e crueldade. 

Sua relação com Butch é muito intensa e dolorosa, está além da amizade e é marcada por desejo e paixão. Uma paixão que V. sabe que nunca irá se concretizar e, por isso, ele sofre. Porém, seus sentimentos por Buch começam a mudar após ele conhecer Jane. O vinculo de amizade nunca será quebrado, mas a relação se torna mais equilibrada e saudável.

Jane é o oposto do que Vishous está habituado em suas aventuras sexuais. Ele se relaciona com submissas, e Jane é autoritária, possui espírito de liderança e não se deixa comandar. 
As cenas entre o casal são Hot, porém mais cruas e não possuem aquela carga de romantismo dos outros livros. Isso é fácil de entender, pois Vishous é um Dom – dominador – praticante de sadomasoquismo e sente prazer com a submissão de seu parceiro/a. Isso não me incomodou, na realidade eu gostei porque saímos um pouco da mesmice.

“Amante Liberto” possui um ritmo e uma construção diferente. A história não é focada somente em V. e somos introduzidos na vida de John Matthews e Phury. Eu gostei muito dessa abordagem, mas em alguns momentos, tive a impressão que a autora se dedicou mais a John e Phury do que à história do protagonista. 

Porém, devo confessar que não gostei do desfecho do livro. A solução da autora para manter o casal unido ultrapassou meu limite de aceitação. Não me convenceu e ainda estou incomodada com a opção de J. R. Ward.

Bem…tirando o detalhe do desfecho, “Amante Liberto” foi tudo o que eu esperava. Perversamente repleto de sedução, tensão sexual, emoção e ação. Definitivamente fui “marcada” pela Irmandade da Adaga Negra e não consigo mais me desvincular. 

Se você não é desse planeta e ainda não conhece a série IAN…Não perca mais tempo e leia já!

Ward, J.R. Amante Liberto. Unverso dos Livros, 2011. 469. p (Irmandade da Adaga Negra, Vol.5)

20 comentários:

  1. Já estou com o primeiro livro em mãos, e algo me diz que assim que começar a ler, não conseguirei mais parar.
    Adorei a resenha. Como vc também gosto de livros que não tem medo de ousar e saem da mesmice. Fiquei curiosa sobre o desfecho que não te agradou.
    Bjs
    Renata

    ResponderExcluir
  2. Ei Hérida!
    Ai, ai... preciso desse livro tb.
    Mas já estou vendo que vou ficar decepcionada com o final, pq isto está acontecendo com todo mundo, né?!
    Tenho até medo de saber o que é.
    E esta história do B com o V, sei não viu... tenho que ler para ver se engulo isso.
    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Já li algumas resenhas sobre o livro, mas esta sem dúvida foi a melhor e que trouxe mais detalher sem revelar demais.
    Apesar de viciada na série ainda não li este, mas está esperando sua vez ansiosamente.
    Bjkas!!

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  4. Ei Hérida,

    Aiai ainda nem li o 4, estou super atrasada. Tenho que ler ele logo agora que já está todo mundo resenhando o 5 e já vão lançar o 6 rsrs. O povo reclama de esperar os livros, eu reclamo quando lançam muito rápido hehe.

    bjo
    Nanda

    ResponderExcluir
  5. Quero leeeerr!!
    to no final do amante revelado e ja to loca pra ler o liberto =)
    aahh, passei aqui pra dizer que coloquei o link de uma resenha sua que gostei no meu blog rsrs
    http://coisasdatatah.blogspot.com/2011/06/resenha-amante-desperto-j-r-ward.html

    ResponderExcluir
  6. Eu tb não gostei do final, fiquei com vontade de gritar um pqp, custava ter dado um final mais realista? Fiquei pensando um monte de coisas que não daria certo com aquela situação. E eu não gosto do Phury, já li o livro dele em e-book e achei muito chato, é parece um drogado, um nóia da cracolândia em SP. Ainda fico com o livro do Z.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Eu não li essa série ainda, mas ela parece ser bem hot. Fico me perguntando quais são essas preferencias sexuais bizaras do Vishous, huahuahua. Cenas hot sem romantismo é triste, agora fiquei desanimada, mas quero muito ler a série.

    ResponderExcluir
  8. Essa série é o máximo!!! Eu amo, só não tenho ainda em mãos o volume do Amante Consagrado, mas já li em ebook todos e esse é o meu preferido, chorei no final. Essa semana começo a ler novamente só que agora em papel, que é muito melhor, né? Feliz de quem lê a Irmandade, é show!!!! Parabéns pela resenha, muito legal

    ResponderExcluir
  9. Olá Hérida!Obrigada pela dica,parece ótimo!
    Beijokas

    ResponderExcluir
  10. Nossa, bem empolgante esse livro.
    Mas série me desanima muuuito. :/

    O máximo de livro hot que li foi o Onze Minutos do Paulo Coelho. hahaha
    Vou procurar ler mais esse estilo. Deve ser legaal. :D

    BEijos :*

    ResponderExcluir
  11. Ai, Hérida!
    Tb fiquei mega revoltada com o final quando eu li! Aff! Aff!
    Mas tb ficou diferente...
    Vishous é tensão pura! E ele não é igual aos outros... ele é escuro, bem perturbado. Bem mais que Z, que a gente pensa que é bruto, mas é mega doce e carinhoso com a Bella... V não... V é cru, tenso, bruto, mostra um lado mais manso com Jane, mas continua durão, resistente, sem sentimentalismo... Gosto muito do V!
    Só achei o Phury um saco... ¬¬ Aff! Phury é o tipo carente sem ter um verdadeiro motivo para tanto drama que vai viver... Acho que ele é o Irmão confuso da Irmandade...
    Enfim, esse livro é muito bom, mas é uma pena o final...
    Adorei a resenha! =)

    bjuss

    ResponderExcluir
  12. Sabe quando você quer o livro só pela capa? Esse é um deles. Essa capa é belíssima! :D :D
    A história dessa série parece ser super interessante.. só leio críticas positivas sobre ela. Pena que é tão grande.. :/
    Ótima resenha!

    beijos!
    www.booksemporium.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Até hoje só li o primeiro da série, mas gostei bastante =D
    Infelizmente... acho que vai levar um tempinho para que eu chegue nesse volume >.< heee

    ResponderExcluir
  14. Olha, passando aqui pra registrar q tô louca pra ler a série, mas ainda não comecei então não li as resenhas, para guardar o suspense a cada livro. Mas se é de vampiros, vou amar com certeza!

    ResponderExcluir
  15. ei Hérida, adorei a resenha.
    Acho essa capa super sexy.
    Ainda não li nenhum livro da série, mas pretendo ler em breve. ^^

    beijos.

    ResponderExcluir
  16. Nossa, Hérida!!
    Cada vez que vejo uma resenha sua dessa série tenho vontade de correr para a livraria e comprar todos os livros!! rs..
    Parabéns!
    Beijos
    Camila - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  17. Amo, amo , amo essa série!!! Vishous sempre foi o irmão mais misterioso pra mim. E esse livro é puro fogo.
    Bj

    ResponderExcluir
  18. sou suspeita em falar dessa serie, conheço os livros bem antes d eles começarem a serem lançados no br ... os livros são perfeitos e eu sou super fã. john t amo kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  19. Já vi postagens de todos os livros lançados dessa serie em vários blogs, mas essa foi a primeira vez que senti curiosidade em ler uma resenha. Apesar de muita empolgação por parte de uns e meia empolgação por parte de outros, nenhum dos livros despertou minha curiosidade ou desejo de leitura. É uma pena.

    Xero.

    ResponderExcluir
  20. Nossa! estava em duvida sobre comprar algum livro da série A Irmandade da Adaga Negra, mais você me fez mudar de idéia. Li um outro livro da maesma altora Fallen Angels, e achei de mais!
    mas não sabia que outros livros dela tambem seriam incríveis! Sem você me mostrando um pouquinho do livro eu não compraria!
    Muito Bom!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada pela visita e volte sempre.

- Comentários que não tenham relação com a postagem serão removidos.
- Caso queira se comunicar comigo, envie sua mensagem pela opção contatos no menu do blog ou pelo email localizado na sidebar.

Nos encontramos no próximo post!

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL