target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

segunda-feira, 29 de julho de 2013

“DIVIDIR E CONQUISTAR” – Infinity Ring (Carrie Ryan)

Dak olhou para os soldados vikings agrupados ao redor dos homens feridos, com escudos sobre a cabeça para manter os camaradas caídos em segurança. Eles não tinham ideia do que estava para acontecer. Ele queria salvá-los, mas já era tarde demais.
p. 82
~~~*~~~
Depois de corrigirem a primeira falha no tempo, Dak, Sera e Riq viajam com o Anel do Infinito para reparar mais uma fratura histórica e salvar o futuro da humanidade. O destino agora seria Paris, no ano de 885.

Quando lá chegaram, Sera pensou que havia errado os cálculos da viagem, pois a cidade estava um caos… O rio Sena estava infestado de navios vikings, tripulados por guerreiros ansiosos para saquearem a cidade.

Dak, Sera e Riq estão com dificuldades para decifrarem a mensagem que aponta qual o objetivo da missão, mas de uma coisa eles têm certeza… devem evitar que Siegfried, líder dos nórdicos e membro da SQ conquiste Paris. Sem saber ao certo como agir, os três acabam precipitando o conflito entre os francos e os invasores vikings. Antes que pudessem avaliar as consequências da alteração nos acontecimentos que causaram, Dak é capturado pelo exército inimigo.

Forçado a se unir à causa Viking, Dak se vê entre a “cruz e a espada”… Lutar ao lado daqueles violentos guerreiros, que agora olhando mais de perto não parecem ser tão ruins, pode significar a ruina da missão. Mas fugir também não parece uma ideia muito promissora.
Enquanto isso, Sera e Riq lutam para defender a muralha da cidade. Mas começam a se questionar se realmente estão mudando a história da forma correta. Será que eles haviam piorado a fratura no tempo?
~~~*~~~
Dividir e Conquistar é o segundo volume da série Infinity Ring. Essa nova aventura foi escrita por Carrie Ryan – autora de A Floresta de Mãos e Dentes. Lembram que cada volume terá um autor diferente?
Eu adorei o primeiro livro – Um Motim no Tempo –, e estava ansiosa pela continuação. Mais uma vez, me diverti muito com as aventuras de Sera, Dak e Riq. Dividir e Conquistar é um livro infantojuvenil, cujos protagonistas estão no início da adolescência – por volta dos 11 anos. Mas isso não impede que os marmanjos, assim como eu, curtam a aventura. A história é inteligente, os personagens carismáticos e o enredo é repleto de ação.
O tema central de Infinity Ring é a viagem no tempo e a reparação de fraturas históricas. Através desse artifício, o leitor é levado a momentos históricos do passado e vivencia uma verdadeira aventura. Nessa segunda viagem no tempo, somos levados à Paris de 885 durante o cerco Viking liderado por Siegfried. É durante o ataque que nossos heróis entram em ação para interferir na história.

Gostei muito da narrativa de Carrie Ryan, e achei que os fatos históricos foram apresentados de maneira simples, porém instrutiva. Uma forma divertida de aprender um pouquinho de história.
O livro é escrito de forma espontânea, e tenho certeza que até os mais receosos em ler livros juvenis irão se divertir com as confusões dos personagens.

Ryan, Carrie. Dividir e Conquistar. Seguinte, 2013. 216 p. (Infinity Ring, Vol. 2)

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL