target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

“O EXÉRCITO PERDIDO DE CAMBISES” (Paul Sussman)

(…) acredito no diabo. Alguma coisa sombria que toma conta da mente e do coração de um homem e o transforma num monstro. Já vi isso acontecer. E, aqui, é o diabo que estamos procurando. O diabo de verdade.
p. 118
~~~*~~~
Cambises da Pérsia conquistou o Egito e incorporou-o ao império persa. Algum tempo depois, planejou uma cartada para dominar definitivamente a terra dos faraós… Em 523 a.C., um exército de 50.000 homens foi enviado de Tebas em direção nordeste para destruir o oráculo de Amun, no oásis de Siwa. Com o intuito de surpreender o inimigo, decidiu atravessar o deserto ocidental egípcio. A poderosa força militar alcançou um oásis chamado A Ilha dos Abençoados, mas em algum lugar entre esse ponto e Siwa, o exército foi pego por uma tempestade de areia e completamente soterrado. O local desse desastre jamais foi descoberto.

Dois mil e quinhentos anos depois, em Luxor, um corpo mutilado é encontrado às margens do Nilo. O inspetor de polícia Yusuf Khalifa é designado para investigar o caso. Contrariando a opinião de seus superiores de que a morte foi consequência de uma rixa, Khalifa segue seus instintos e aprofunda a investigação. No meio do caminho, ele se depara com estranhas evidencias, e tudo indica que o caso esteja ligado a Sayf al-Tha’r, líder fundamentalista que anda aterrorizando o território egípcio.

Enquanto isso, na necrópole de Saqqara, a morte repentina de um egiptólogo provoca suspeitas em sua filha, Tara Mullray. Ao ser perseguida pelas ruas do Cairo, Tara se convence de que seu pai estava de posse de algo importante. Ela percebe que não pode contar com a ajuda das autoridades, e se une a um amigo do passado – um arqueólogo – para entender no que seu pai havia se metido.

Os estranhos acontecimentos, aparentemente, não possuem ligação. Mas no decorrer da investigação, Khalifa e Tara são envolvidos numa perigosa conspiração. Numa corrida contra o tempo para salvar a própria vida, eles são arrastados para um labirinto de armadilhas, intrigas e traição.
~~~*~~~
O Exército Perdido de Cambises é o primeiro livro da trilogia Yusuf Khalifa de Paul Sussman. Só para variar… comecei a série fora de ordem, pelo segundo livro, e ler o início da trilogia se tornou uma questão de honra. Paul Sussman faleceu em 2012, aos 45 anos, e foi considerado um dos melhores autores de thrillers de conspiração. Depois que li O Último Segredo do Templo, passei a gostar muito do estilo do autor. Fiquei muito triste ao saber de sua morte…

Quem conduz a ação é um inspetor de polícia egípcio, tornando os eventos bem mais críveis e consistentes. A egiptologia está enraizada no texto, tanto pelo fato da trama ser ambientada no Egito, quanto pela presença de crimes ligados a roubos, contrabandos e descobertas de novos artefatos arqueológicos.

Na maior parte do livro, duas tramas correm em paralelo. Ao mesmo tempo que seguimos o inspetor Khalifa na investigação do assassinato de um atravessador de artefatos egípcios; acompanhamos Tara Mullray – filha de um renomado egiptólogo – envolver-se numa intrincada trama de conspiração. No terço final da história, os dois enredos se convergem. Nesse ponto, toda a trama toma um rumo inesperado e fui surpreendida com as reviravoltas que o autor desenvolveu.

O enredo interliga vários temas, alguns muito atuais. Além dos meandros que envolvem o comércio ilegal de antiguidades, o autor explora a corrupção das autoridades, a pobreza de um povo num país repleto de tesouros que, muitas vezes ao longo da história, foram usurpados por estrangeiros, e aborda também a existência de facções fundamentalistas que levam a religião e os mandamentos do Corão ao extremo. Por trás de um thriller, Sussman coloca em pauta assuntos reais.

O Exército Perdido de Cambises é uma leitura dinâmica, repleta de mistérios e extremamente envolvente. Excelente entretenimento! Fico com o coração partido quando penso que só há mais um livro escrito pelo autor – The Labyrinth of Osíris. Espero que seja lançado logo por aqui. Paul Sussman vai deixar saudades…

Sussman, Paul. O Exército Perdido de Cambises. Record, 2004. 476 p. (Yusuf Khalifa, Vol. 1)

 

Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL