target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Leitura Recomendada
target="_blank">Some alt text
Lançamentos e Eventos
target="_blank">some alt text
Escolha do Leitor
target="_blank">some alt text
Conheça o Autor
target="_blank">Some alt text
Livros Importados
target="_blank">Some alt text
Digno de Nota

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

"Z" (Manuel Alves)


"Os génios autoproclamados tendem a complicar resultados num irónico esforço de os simplificar e, em toda a sua genialidade, permitem-se a falha paradoxal de descurar a observação da solução mais simples e evidente."
~~~*~~~
Sinopse:

Z vive confinado numa sala branca e vigiado por um sistema de segurança criado especificamente para o conter. Z é o último de mil crianças nascidas de úteros artificiais, dotado de um extraordinário poder de raciocínio e capacidades físicas que o colocam um degrau acima da evolução humana. 

Z tem um plano para escapar mas, para isso, terá de enfrentar o seu carcereiro e criador: o Professor, um homem frio e metódico, possuidor de um intelecto que rivaliza com o de Z.
~~~*~~~
Confesso que não era muito fã de contos, pois ficava com a impressão de algo inacabado e sempre queria saber mais sobre a história. Há algum tempo, venho lendo contos com mais frequência e passei a aprecia-los bastante. É uma ótima forma de conhecermos o estilo de escrita de novos autores. 

Foi assim que conheci o autor português Manuel Alves, e me tornei grande apreciadora de seu trabalho. O primeiro conto que li do autor foi Equador Morto, a história é muito boa.

Mas hoje, vou falar de outro conto... "Z" - também de Manuel Alves. "Z" é um conto sci-fi que abre um amplo leque de questões, e que me levou a refletir sobre algumas coisas. Porém, o autor deixa a cargo de cada leitor refletir sobre o tema proposto. Particularmente, Z me fez pensar sobre o futuro da ciência... manipulação genética, emprego de cobaias pensantes e a insensibilidade desses estudiosos. Será que evoluiremos para algo desse tipo?

O texto é fluido, e ao mesmo tempo carrega certa complexidade. Os diálogos entre Z e o "professor" são muito inteligentes. A história nos prende pela curiosidade, pois não sabemos ao certo quem e o que é "Z". Sim, um experimento, mas como chegaram a esta inteligência tão superior? Então, mais uma vez, fiquei curiosa por saber mais. E isso sempre me causa certa frustração. rsrs 

O personagem não é apenas dotado de genialidade, Z é sagaz, irônico e um tanto frio também. O que ele tem de inteligência, lhe falta em empatia. Por outro lado, ele pode ser apenas o produto de um meio. Quem não seria cruel vivendo confinado e sendo tratado apenas como uma cobaia?

O conto é cutinho, mas vale a pena conhecer mais essa obra de Manuel Alves. Para quem estiver curioso, "Z" está disponível gratuitamente, tanto na Amazon como na loja do Kobo.



Postagens populares

seguidores

LENDO NAS ENTRELINHAS Copyright © - Todos os Direitos Reservados

desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL